Música

Atualizada em 10.09.2012 19h38

Chorão e Champignon, do Charlie Brown Jr., fazem as pazes após discussão; veja vídeo

Arquivo UOL
Chorão (à esquerda) e Champignon tiveram desentendimento no show de Apucarana (PR) imagem: Arquivo UOL

Do UOL, em São Paulo

O vocalista Chorão e o baixista Champignon, integrantes da banda Charlie Brown Jr., fizeram as pazes após discussão ocorrida durante um show em Apucarana (PR) no sábado (8). Na ocasião, o baixista chegou a deixar o palco, após receber duras críticas do cantor. A confirmação do entendimento entre a dupla foi dada pela assesssoria de imprensa do grupo na tarde desta segunda-feira (9).

Segundo a assessoria, Champignon esteve na casa de Chorão nesta segunda para esclarecer o desentendimento. A banda divulgou um vídeo no final da tarde para esclarecer o caso, que é antigo -- as referências feitas por Chorão no show abordam a saída anterior de Champignon da banda, que aconteceu em 2005 (veja abaixo). Nele, Chorão garante a permanência de Champignon no grupo.

Entenda o caso
Durante uma apresentação no dia 8 em Apucarana (PR), Chorão retirou o microfone de Champignon e começou a discursar sobre o relacionamento do baixista com banda. O vídeo do sermão dado pelo vocalista foi publicado por um fã no YouTube (veja abaixo).

Nas imagens, Chorão aparece discursando sobre o retorno de Champignon à banda, que aconteceu em 2011. "Eu te aceitei de volta depois de tudo que tu fez (sic)", reclamou o cantor. "Você não tem nem coragem de falar a verdade."

O cantor também ironizou o destino da banda Nove Mil Anjos, projeto que contou com a participação de Champignon e tinha, entre outros músicos, a presença do artista Júnior Lima, ex-Sandy e Junior. "Ele é 'anjo', ele é 'nove mil anjos', disse, para em seguida ironizar. "Champignon, você é o cara mais honesto do Brasil."

Após quatro minutos escutando, sem reação, às falas de Chorão, que chegou a relatar que o próprio filho foi agredido na escola por conta da confusão na banda, Champignon deixou o palco. Na plateia, é possível escutar gritos de "arregou" dirigidos ao músico.

O grupo seguiu a apresentação com a música "Céu Azul", sem o som do baixo para acompanhar. O vocalista finalizou, após a canção. "É uma pena, realmente. Mas aí, meu irmão, não vou fraquejar."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 
Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Topo