"Minha música me fez perceber que eu precisava de terapia", diz Pete Townshend

Do UOL, em São Paulo

  • AP

    Guitarrista Pete Townshend em apresentação do The Who em Miami (7/2/10)

    Guitarrista Pete Townshend em apresentação do The Who em Miami (7/2/10)

Pete Townshend disse ao programa da TV norte-americana “Today” que compor para o The Who fez com que ele percebesse que precisava de terapia. O músico, que lança sua autobiografia “Who I Am” na quinta-feira (11), também contou que algumas das músicas obscuras que ele escreveu para a banda o ajudaram a tomar uma decisão sobre o assédio que sofreu quando criança.

Sobre o abuso na infância, Townshend disse: "Isso não definiu minha música, mas definitivamente saiu nela. Eu podia ver evidências disso na minha música que realmente me levaram a fazer terapia para olhar apenas para isso, porque eu podia ver nas letras que eu tive problemas quando criança”.

O músico também contou que, embora tenha explorado o assunto em sua autobiografia, ele decidiu não entrar em muitos detalhes. "Eu não quero me aprofundar demais. Eu não sei o quanto eu ganharia por fazer isso”.

O livro, que está sendo escrito há 15 anos por Townshend, trará detalhes “das turbulências do tempo passado como um dos músicos mais respeitados do mundo”.

Em 2003, enquanto escrevia, o músico chegou a ser questionado pela polícia por ter acessado sites de pornografia infantil. Ao responder as acusações, ele afirmou que estava fazendo pesquisas para a biografia, uma vez que acredita ter sofrido abuso sexual na infância.

“Acredito que fui sexualmente abusado entre as idades de cinco e seis anos, quando estive sob os cuidados de minha avó, que estava com doenças mentais na época. Alguma das coisas que vi na internet serviram de informação para o meu livro”, declarou Townshend na época.
 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos