João Araújo, pai do Cazuza, morre aos 78 anos no Rio de Janeiro

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook

    Produtor João Araújo ao lado do filho, Cazuza

    Produtor João Araújo ao lado do filho, Cazuza

O produtor musical João Araújo, 78, morreu neste sábado (30), às 6h30, vítima de uma parada cardíaca, em sua casa no bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada por uma funcionária da ONG "Sociedade Viva Cazuza".

O velório será realizado na tarde deste sábado, na capela 1 do Cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio. O enterro está marcado para às 17h no mesmo local.

Há cerca de duas semanas, João fez uma cirurgia na bacia, mas vinha se recuperando bem. O produtor se acidentou em Angra dos Reis, no Rio. Durante sua estadia no hospital Samaritano, João teve um problema nos rins e precisou de hemodiálise. 

  • Reprodução/Facebook

    Lucinha Araújo ao lado do filho Cazuza e do marido, o produtor musical João Araújo

Segundo a secretária de Lucinha Araújo, mulher do produtor, ele estava bem e Lucinha embarcaria para São Paulo, na manhã de hoje para acompanhar uma homenagem ao filho, Cazuza. "Estava com passagem comprada, hotel reservado, tudo certo. Pegou todo mundo de surpresa", afirmou Márcia, sobre a morte.

João e Lucinha estavam casados há 56 anos e tiveram um único filho, Cazuza, que morreu aos 32 anos em 1990, em decorrência do vírus HIV.

João foi um dos executivos da gravadora Som Livre, das Organizações Globo, durante 38 anos. O produtor laçou discos do Djavan, da Xuxa, Caetano Veloso, Lulu Santos, Gal Costa, Gilberto Gil, Ney Matogrosso.

Também foi o empresário que agenciou o Barão Vermelho, grupo de Cazuza, durante a gravação de seu primeiro disco - depois de ser convencido de que Cazuza tinha talento para a música ao assistir a uma apresentação do grupo, bem como de que não seria acusado de favorecimento ao filho.

Como reconhecimento a seu talento e trabalho, João Araújo recebeu, em 2007, o prêmio Grammy Latino, concedido a pessoas com contribuições importantes para o mundo da música.

 No filme "Cazuza - O Tempo Não Para" (2004), João foi interpretado pelo ator Reginaldo Faria.

João foi eleito presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Discos (ABPD) em 2007. 

Além do cantor Cazuza, seu pai, João Araújo, também será homenageado nesta noite, em um show no Parque da Juventude, em São Paulo. Cazuza entrará em cena em forma de holograma, frente à 40 mil pessoas que são esperadas para o espetáculo com entrada gratuita. Serão 20 minutos de presença virtual, que poderá entrar no Guinness World Records de recorde mundial por tempo de atividade de um holograma no palco.

Repercussão

Os músicos Gal Costa e Lulu Santos, que receberam o auxílio do produtor musical ao longo de suas carreiras lamentaram a morte do amigo.

O ator José de Abreu e a autora Glória perez também lamentaram a morte de João.

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos