Vocalista do Raça Negra diz que ninguém estava com cinto em acidente

Do UOL, em São Paulo

Os integrantes da banda Raça Negra sofreram um acidente de ônibus na madrugada desta segunda-feira (20), que deixou 15 pessoas feridas. O vocalista Luiz Carlos comentou o acidente em uma entrevista ao programa "Encontro com Fátima Bernardes", da Rede Globo. "Foi assustador, mas graças a Deus ninguém ficou em estado grave", disse.

Segundo o cantor, ninguém estava usando os cintos de segurança. "Em 30 anos de estrada, nunca algo do tipo havia acontecido e nunca nos atentamos em usar cinto para andar de ônibus. Eu estava acordado porque não consigo dormir em viagens assim", revelou.

O ônibus que levava o grupo e a equipe tombou por volta da 1h20 no km 2,8 da BR-101, no município de Goiana, litoral do estado de Pernambuco. O grupo de pagode havia saído de um show em Natal (RN) e estava em direção ao aeroporto de Recife, onde embarcaria para Salvador. O ônibus colidiu com a mureta de proteção da pista e tombou. Um caminhão que estava na rodovia não conseguiu frear e se chocou com o veículo.

  • Reprodução

    Ônibus do grupo tombou na pista e foi atingido por um caminhão

O motorista do ônibus, Francisco de Assis, e o condutor do caminhão, Francisco Dantas, também sofreram ferimentos leves. O vocalista e seus dois filhos, Juliana e Rafael Bandeira, que o acompanhavam na viagem, tiveram ferimentos leves. Todos os feridos foram atendidos na região, no Hospital Miguel Arraes em Paulista, Hospital Belarmino Correa, em Goiana, e a Unidade de Pronto Atendimento de Igarassu.

A assessoria de imprensa da banda afirmou que havia 23 pessoas no ônibus e que apenas o roadie do grupo, Edson Alves, ainda continua internado. Ele passa, neste momento, por uma cirurgia no Hospital Miguel Arraes, após ter quebrado as pernas. Inicialmente, a Polícia Rodoviária de Pernambuco informou que seu estado era grave.

Precursores do pagode romântico

Formado em 1983, o Raça Negra é composto por Luiz Carlos (vocal e violão), Fabinho César (pandeiro e violão), Fena (surdo), Fernando (tantan), Fininho (bateria) e Irupê (sax e flauta). O grupo foi um dos pioneiros no pagode romântico, que invadiu as rádios e programas de TV na década de 1990. "Cigana", "Doce Paixão" e "Cheia de Manias" são os sucessos mais conhecidos do grupo.

O último trabalho do Raça Negra é o CD e DVD "Raça Negra & Amigos", em que Luiz Carlos divide os vocais com convidados como Alexandre Pires e Michel Teló.

Notícias relacionadas



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos