PUBLICIDADE
Topo

Filho de Renato Russo lamenta morte de baixista: "Grande amigo de meu pai"

Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo,  - André Lobo/UOL
Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo, Imagem: André Lobo/UOL

Do UOL, no Rio

22/02/2015 17h27

Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo, lamentou a morte Renato Rocha, o Negrete do Legião Urbana, em sua página do Facebook. O ex-baixista foi encontrado morto em um quarto de hotel do Guarujá, litoral de São Paulo, na manhã deste domingo (22).

"Renato Rocha se foi de nós. Recebo a notícia com profunda tristeza e, paradoxalmente, com a leveza de ter podido estar ao seu lado nos últimos tempos, compreendendo-lhe e amparando o grande amigo de meu pai", escreveu ele, que prosseguiu com elogios ao artista.

"Músico virtuoso, espírito de criança, ser humano generoso e profundamente bom, foi um dos companheiros de Renato Russo desde os primórdios da Legião Urbana. Como dizia o mestre Guimarães Rosa, as pessoas não morrem, elas ficam encantadas. Renato já pertence a história de nossa música e viverá na melhor de nossas lembranças. Vai com os Anjos, vai em Paz", concluiu.

Tânia Rocha, irmã de Renato agradeceu o carinho recebido em nome de toda a família através da página do Facebook do músico, que era administrada por ela, e especialmente o apoio recebido pelo filho de Renato Russo.

"Especialmente quero deixar aqui minha gratidão pelo Giuliano Manfredini, que muito generosamente, deu total apoio ao meu irmão por todos esses anos. Sou eternamente agradecida por tudo! Você foi uma bênção na vida dele. Obrigada. Ainda não tenho condições de falar muito sobre o assunto, pois a dor é muito grande", escreveu.

Ela disse ainda que Renato foi uma pessoa muito alegre, gostava muito da vida e era muito talentoso: "Ele estava voltando a tocar... mas agora ele vai tocar no céu! Vai com Deus, meu irmão... Nós te amamos".

O músico Dado Villa-Lobos publicou em seu perfil do Facebook uma foto da banda Legião Urbana com a legenda: "fica a melhor lembrança, encontrou a paz. E, há tempos, muita saudade...".

Segundo a Polícia Militar, Renato Rocha foi encontrado por uma amiga, identificada como Silvana Melky, que o acompanhava no hotel e estranhou o fato de ele não descer para tomar café da manhã, por volta das 8h30 da manhã.

O corpo foi levado para o IML do local, que confirmou que a morte ocorreu por conta de uma parada cardiorrespiratória. Um material foi recolhido para descobrir se ele usou algum tipo de droga, mas ainda não há previsão sobre a data do resultado. Ainda não há informações sobre o velório do baixista.