PUBLICIDADE
Topo

Velório do cantor Cristiano Araújo atrai 30 mil pessoas em Goiânia

Matheus Monteiro

Do UOL, em Goiânia

24/06/2015 18h46Atualizada em 25/06/2015 11h31

Aberto ao público por volta das 19h30 de quarta-feira (24), o velório do cantor sertanejo Cristiano Araújo e da namorada, Allana Moraes, teve fluxo constante de fãs até as 2h30 da madrugada desta quinta-feira. De acordo com a Policia Militar, mais de 30 mil pessoas prestaram homenagens ao cantor no Centro Cultural Oscar Niemeyer, em Goiânia. O sertanejo e sua namorada morreram na quarta-feira, após grave acidente de carro em uma estrada em Goiás.

A cerimônia começou às 18h apenas para familiares e foi fechada ao público durante uma hora, por volta das 22h. Durante a madrugada, o cantor Leonardo foi ao velório e passou a maior parte do tempo ao lado do caixão. Além disso, Matheus, da dupla Jorge e Matheus, e Bruno, da parceira com Marrone prestaram suas homenagens.

O corpo de Allana deixou o local por volta das 6h da manhã em direção ao cemitério Jardim das Palmeiras. Por volta das 8h30, uma missa foi celebrada pelo padre Marcos Rogério, da Paróquia Nossa Senhora de Assunção, igreja que Cristiano frequentava. 

O governador de Goiás, Marconi Perillo, compareceu ao local por volta das 8h e decretou três dias de luto no Estado. Em área reservada para familiares e amigos, Marconi abraçou o pai do cantor, João Reis, que estava muito emocionado. "Goiás e Brasil perdem um talento nato, um jovem cheio de vigor que projetava Goiás a mil fronteiras. Um menino de coração ótimo, simples, que venceu com seu esforço. O governo decretou luto oficial de três dias. O pai dele está fortemente emocionado e disse que não sabe se irá suportar essa dor", disse Perillo.

Durante a noite, as duplas Guilherme & Santiago, Munhoz & Mariano, o cantor Israel Novaes e a cantora Thaeme, da dupla Thaeme & Thiago, prestaram as últimas homenagens a Cristiano Araújo. "Ele era especialíssimo e muito simples. Já o admirava pela postura profissional e pela seriedade com que conduzia a carreira", disse Guilherme ao UOL

"Não uso cinto de segurança no banco traseiro. Ontem [terça], não sei se por uma mensagem de Cristo, puxei o cinto. Então, fica a lição. Às vezes, a gente tem que apanhar para aprender", disse Mariano, da dupla com Munhoz. "O sorriso do Cris e o sotaque goiano é que ficam. Essa imagem bonita do Cris." Já Thaeme, que chorava muito, disse que não tinha condições de falar.
 
O ex-prefeito de Goiânia, Íris Rezende, que usou uma das músicas de Cristiano Araújo em sua última campanha, disse estar perplexo. "Tive a oportunidade de recebê-lo em minha casa com seu pai. Hoje estamos todos perplexos. O Brasil está chorando".
 
O enterro está marcado para as 11h de quinta-feira no cemitério Jardim das Palmeiras, onde Cristiano e a namorada serão enterrados em túmulos próximos.
 
O acidente
 
Cristiano havia acabado de fazer um show na cidade de Itumbiara (a 200 km de Goiânia), na madrugada desta quarta-feira (24), quando o veículo em que estava capotou por volta das 3h na rodovia Transbrasiliana (BR-153), na altura do quilômetro 613, entre os municípios de Goiatuba e Morrinhos.
 
O sertanejo chegou a ser levado em estado grave, com hemorragia interna, para o Hospital Municipal da cidade de Morrinhos. De lá, foi transferido de helicóptero, mas chegou ao Hugo (Hospital de Urgência de Goiânia) já em óbito.
 
Cristiano Araújo era uma das principais atrações desta quarta-feira no São João de Caruaru, tradicional festival de Caruaru, em Pernambuco. Ele deixa dois filhos, João Gabriel, de 6 anos, e Bernardo, 2, frutos de relacionamentos anteriores com outras duas mulheres. Cristiano e Allana namoravam há pouco mais de um ano e não tinham filhos juntos.
 
A assessoria de imprensa do cantor divulgou um comunicado emotivo à imprensa. "A notícia mais triste que a gente poderia informar. O comunicado que nenhum de nós, jornalistas, gostaria de disparar. Mas é fato: ele se foi, foi para o braços de Deus, ao lado de seu amor. Comunicar uma verdade trágica dói e faz chorar com a alma. Mas a maior das verdades, caros colegas e amigos, é que um dia todos nós partimos. Esta é a certeza de todos nós. Foi a vez do Cristiano Araújo. Anjo de luz, que Deus te receba na Santa Paz! Como você cantava, 'o que temos pra hoje é saudade'!".