UOL Música

Publicidade

11/12/2006 - 19h29
Todas as partituras de Mozart podem ser consultadas de graça na Internet

Da Redação

Divulgação

O compositor Wolfgang Amadeus Mozart

O compositor Wolfgang Amadeus Mozart


A partir desta terça-feira (12), todas partituras do compositor Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) estão no site http://dme.mozarteum.at, disponíveis de graça. A digitalização e divulgação pública do material foram anunciadas nesta segunda-feira (11) pela Fundação Mozarteum de Salzburgo.

O compositor clássico, autor de mais de 600 obras, embora tenha morrido com 35 anos, será o primeiro cuja obra completa poderá ser consultada na Web.

"Para nós, a digitalização destas obras de Mozart é um momento estelar. É uma contribuição decisiva à difusão da música", disse em entrevista coletiva o presidente da Mozarteum, Johannes Honsig-Erlenburg.

"Mesmo na savana africana, onde mal há partituras à disposição das pessoas, será possível acessar de forma gratuita a obra de Mozart com o maior nível de tecnologia", acrescentou.

Ao todo, serão oferecidas 25.734 páginas de partituras, além de outras 8.441 páginas com observações.

As buscas poderão ser feitas pelo tipo de tom, nome, título, nome dos personagens que aparecem nas óperas ou tempo de duração, entre outras opções.

O internauta também poderá acessar links com os quais terá a oportunidade de ampliar seu conhecimento sobre a vida e a música de um dos compositores mais conhecidos do planeta.

"Mas isso é só o começo", disse Ulrich Leisinger, diretor da fundação, ao explicar que, a partir do segundo semestre de 2007, será possível acessar "todas as versões originais das obras", isto é, as partituras que o próprio Mozart escreveu a mão.

Leisinger acrescentou que espera contar com a colaboração internacional de museus de Paris e da Cracóvia para oferecer 90% das partituras originais pela internet.

O diretor da fundação assegurou que, em dois ou três anos, o conjunto da obra manuscrita de Mozart poderá ser consultado na grande rede, com cartas, desenhos e anotações, entre outros documentos.

O projeto, que custou cerca de US$400.000, é uma cooperação entre a Mozarteum, encarregada de salvaguardar o legado cultural do autor de obras-primas como "As Bodas de Fígaro", "A Flauta Mágica" ou "Don Giovanni", e o Instituto de Humanidades Packard.

(Com informações da agência EFE)

ÍNDICE DE NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
16/06/2009

13h46- Aerosmith toca íntegra de disco clássico de 1975 em turnê

12h30- Primeiro festival de documentário musical começa dia 25 em São Paulo

12h15- Integrante da banda The Ventures, Bob Bogle morre aos 75 anos

12h07- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Jeff Beck toca "Where Were You" ao vivo

12h05- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Guitarrista inglês Jeff Beck toca "Big Block"

12h02- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Clipe ao vivo de "Scatterbrain" com Jeff Beck

12h00- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Jeff Beck toca "Goodby Pork Pie Hat" ao vivo

11h58- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Jeff Beck toca "Led Boots" ao vivo em Londres

11h43- Spyro Gyra e homenagem a Carmen Miranda passam por palcos paulistanos

11h39- Violinista Hilary Hahn apresenta repertório erudito na Sala São Paulo

Mais Notícias