UOL Entretenimento Música
 
  • Imagem:

17/09/2011 - 22h40

Rihanna estreia no Brasil com atraso, confusão com fã e gafe de seu guitarrista

FERNANDA PINEDA
Em São Paulo
Fotos do show
Veja Álbum de fotos

 

A estreia da cantora Rihanna no Brasil começou com uma hora e três minutos de atraso neste sábado (17) na Arena Anhembi, em São Paulo. Marcado para começar às 21h30, o show era aguardado por jovens, crianças e fãs fantasiados de divas do pop que fizeram questão de vaiar o DJ convidado quando a espera já era longa demais.

O clima mudou quando finalmente Rihanna entrou em cena com um maiô listrado de corte cavado, meia arrastão, botas altas e óculos brilhantes.

Ao som de “Only Girl”, a cantora de Barbados surgiu dentro de um globo de luz pink e foi imediatamente perdoada pela platéia - inclusive por um senhor de cabelos brancos que fez questão de filmar o show até o final.

Depois de apresentar um dos principais hits do álbum “Loud”, a cantora emendou outros de seus sucessos dançantes, como “Disturbia” e “Shut Up And Drive”, este que realmente levou o público ao delírio na primeira parte do show, contando inclusive com dançarinos em trajes especiais, efeitos de fumaça e sons de funilaria; tudo ao estilo “Velozes e Furiosos”, como já havia sido feito no videoclipe da música.

  • Wanezza Soares/Folhapress

    Palco do show de Rihanna com cinco telões de LED em São Paulo, SP

Animada com seu impacto sobre o público, Rihanna fez questão de sorrir bastante e se mostrou inclusive surpresa com a quantidade de fãs que cantavam todas as músicas, deixando para eles um “olá, São Paulo” e pedindo ajuda com o coro nas canções gravadas originalmente em parceria, como “Run This Town” e “Hate That I Love You So”.

Embora cante bastante sobre romances e relacionamentos, a celebridade mais pop de Barbados  dominou o palco ao longo da uma hora e meia de apresentação e dispensou coadjuvantes. Acompanhada por uma dupla de backing vocals e por sua banda, que conta com o guitarrista Nuno Bettencourt do grupo Extreme, Rihanna usou os bailarinos apenas como acessórios em canções chave.

Apesar de ter ficado claramente incomodada com a roupa escolhida para a noite, a cantora abusou das coreografias sensuais e arrancou gritos histéricos do público em “Rude Boy”. Outro momento em que Rihanna surpreendeu foi em  “Glamorous Life”, quando uma versão reduzida da bateria foi montada para que a cantora pudesse assumir as baquetas e solar rapidamente.

Após fazer o público dançar, a apresentação seguiu com um bloco de canções mais lentas, que exigiram mais da intérprete e finalmente explicaram porque Jay Z resolveu apostar numa jovem de Barbados.  Em “Unfaithful”, “Hate That I Love You” e “California King Bed”, Rihanna exibiu sua potência vocal e emocionou os fãs com seus longos agudos.

Pouco antes do bis, Rihanna cantou “Cheers” e convidou o guitarrita Nuno, de origem portuguesa, a ajudá-la com a tradução da palavra.  Embora a expressão seja usada para brindar e deva ser traduzida com a palavra “saúde”, o músico acabou se confundindo e deu um grito em espanhol,  deixando a Arena Anhembi sem entender o seu “salud”.

Depois da brincadeira do brinde que passou despercebida pelo público, Rihanna decidiu usar o espaço em frente ao palco enquanto interpretava a música e passou rente à primeira fila da pista VIP. Entre carinhos e presentes, um dos fãs acabou se animando demais e puxou o cabelo da cantora, fato que a fez imediatamente abandonar um quepe de marinheiro que havia ganhado e subir de volta para o palco irritada com a situação.

A atitude acabou sendo alvo de comentários, mas, ainda assim, quem chegou cerca de quatro dias antes para garantir uma boa posição perto do palco saiu feliz, cantarolando o hit “Umbrella” e lamentando apenas que Rihanna não tenha dedicado a São Paulo uma troca de figurino.  

A cantora ainda se apresenta com a turnê “Loud” em Belo Horizonte e Brasília e encerra sua passagem pelo Brasil no primeiro dia do festival Rock In Rio. Os próximos shows mantêm a expectativa de que Rihanna apresente canções inéditas, já que ela anunciou esta semana no Twitter que seu próximo álbum chega às lojas ainda este ano.

Veja o repertório que Rihanna apresentou no show em São Paulo:

“Only Girl (in the World)”
“Disturbia”
‘Shut Up and Drive”
“Man Down”
“S&M”
“Let Me”
“Hard”
“Breaking Dishes”
“Glamorous Life”
“Run This Town/Live Your Life”
“Unfaithful”
“Hate That I Love You”
“California King Bed”
“What's My Name?”
“Rude Boy”
“Cheers (Drink to That)”
“Don't Stop the Music”

Bis
“Love The Way You Lie (Part II)”
“Umbrella”
 


RIHANNA EM BELO HORIZONTE
 
Quando: 18/09
Onde: Mineirinho (Av. Antonio Abrahão Caram, 1001)
Quanto: R$ 500 (pista premium 2º lote), R$ 260 (pista comum 2º lote) e R$ 120 (arquibancada 1º lote); há meia-entrada para os dois setores
Ingressos: no stand de vendas do Boulevard Shopping e pelo site www.zetks.com
 
RIHANNA EM BRASÍLIA
 
Quando: 21/09
Onde: Ginásio Nilson Nelson (Asa Norte, Localidade Central, junto ao Eixo Monumental)
Quanto: R$ 600 (camarote 1º lote), R$ 560 (pista premium 2º lote), R$ 360 (pista/cadeira 2º lote) e R$ 200 (cadeira superior 1º lote); há meia-entrada para os dois setores
Ingressos: no quiosque do Shopping Pier 21 e pelo site www.zetks.com
 
RIHANNA NO RIO DE JANEIRO (ROCK IN RIO)
 
Quando: 23/09
Onde: Cidade do Rock (Avenida Salvador Allende, s/n°)
Ingressos: esgotados
Hospedagem: UOL Host