UOL Entretenimento Música
 
Tags relacionadas:

30/09/2011 - 23h43

Lenny Kravitz apresenta músicas novas e sucessos em show morno

FABÍOLA ORTIZ
Do UOL, no Rio

O cantor e guitarrista Lenny Kravitz apresentou no Rock In Rio um show em que apresentou sucessos de carreira, como "It Ain't Over 'Til It's Over" e "American Woman", ao lado de músicas de seu álbum mais recente, "Black and White America". O show foi morno e só conseguiu empolgar nas últimas músicas.

“Gostei de poucas músicas", disse ao UOL o estudante de engenharia Daniel Penna, 21. "Ivete animou mais do que ele”. Daniel veio acompanhado de cinco amigos que ficaram deitados numa canga em frente ao Palco do Mundo enquanto o show acontecia.

Elton Menezes, 22, veio de João Pessoa especialmente para assistir aos shows do quinto dia do Rock In Rio, mas disse estar frustrado. “Este show está morgado, achei que fosse ser mais agitado”.

Muitos casais aproveitaram o show para curtir um clima de romance. "Estou adorando!”, disse Cristiane Maldonado, 37, abraçada ao namorado.

Só a partir de “Are We Running” e “Fly away” a empolgação do repertório cresceu e fez o público levantar.

Lenny Kravitz foi acompanhado por uma banda grande, com direito a naipe de metais. No baixo, Gail Ann Dorsey, que já foi da banda de David Bowie e já tocou com outros figurões como Bryan Ferry e o grupo Gang of Four.

Antes de Kravitz, no Palco Mundo, Ivete Sangalo, de terno branco e chapéu, levou seu axé ao público com parte do repertório do DVD "Ivete Sangalo no Madison Square Garden". Frequentadores de FMs e queridinhos do público, o Jota Quest foi bem recebido pela plateia e relembrou seus 15 anos de banda. Mas foi Marcelo D2 que iniciou a programação do palco principal do festival, com um apanhado de sua carreira, desde o Planet Hemp aos seus trabalhos solos.

No Palco Sunset, os portugueses do Buraka Som System juntaram-se ao Mix Hell (projeto eletrônico do ex-Sepultura Iggor Cavalera e sua mulher Laima Leyton). Na sequência, Céu dividiu o palco com João Donato, e Cidade Negra com Martinho da Vila e o rapper Emicida. O palco fechou com o encontro de Pepeu Gomes, Monobloco e o cantor espanhol Macaco, que trouxe o carnaval de rua carioca para o festival.
Hospedagem: UOL Host