UOL Entretenimento Música
 

14/12/2011 - 13h11

"Acabou essa coisa do judeu superestrela do reggae", diz Matisyahu ao tirar característica barba

Da Redação
  • Antes e depois do músico Matisyahu

    Antes e depois do músico Matisyahu

O músico Matisyahu não quer mais ser conhecido por sua característica barba nem por ser adepto do judaísmo ortodoxo. O cantor norte-americano de reggae publicou em sua página no Twitter duas fotos sem barba e com a cabeça raspada. Em comunicado em seu site oficial, Matisyahu --que significa "presente de Deus"-- disse que também não é mais adpeto do judaísmo chassídico.
 
"Acabou essa coisa do judeu superestrela do reggae. Desculpe, amigos, tudo o que vocês têm agora sou eu... sem pseudônimos", ele escreveu. "Quando comecei a me tornar religioso, há dez anos, este era um processo muito natural e orgânico. Foi minha escolha. Minha jornada para descobrir minhas raízes e explorar a espiritualidade judaica --não através dos livros, mas da vida real. Em um determinado momento, senti a necessidade de me entregar a um nível superior de religiosidade, me afastar da minha intuição e aceitar a verdade máxima", continuou ele na nota.
 
"Eu sentia que, para me tornar uma boa pessoa, eu precisava de regras --um monte delas-- ou eu me despedaçaria. Estou me recuperando. Confiando em minha bondade e em minha missão divina. Preparem-se para um incrível ano recheado de música de renascimento. E para todos aqueles que estão preocupado com minha cara lisa, não se preocupem... essa não é a última vez que verão meus pelos faciais", concluiu. 
 
Matisyahu ficou famoso com o videoclipe "King without a Crown", em 2004, e por fazer reggae com um toque de hip-hop. O músico de 31 anos voltou ao sucesso em 2006 com "Youth", seu segundo disco de estúdio. O trabalho foi produzido por Bill Laswell, que já assinou remixes de Bob Marley, Miles Davis e Carlos Santana.
 
Matthew Paul Miller --o verdadeiro nome de Matisyahu-- nasceu na Pensilvânia, em 1979. Há anos ele adotou Nova York como sua cidade --foi no underground novaiorquino que seu nome começou a ser projetado.
Hospedagem: UOL Host