UOL Música

Publicidade

17/12/2004 - 17h01
Remanescentes do Queen se reúnem para a primeira turnê em 18 anos



LONDRES (Reuters) - A banda de rock britânica Queen se prepara para a sua primeira turnê em 18 anos, mas os fãs já reclamam, dizendo que o show não pode continuar sem o bombástico vocalista Freddie Mercury.

Mercury morreu de Aids em 1991, e há dúvidas, também, quando ao baixista John Deacon. Não se sabe se ele vai se juntar a seus colegas de banda para a turnê européia no próximo ano.

A turnê 2005 será a primeira que a banda fará desde que tocou com Freddie Mercury, diante de mais de 100 mil fãs em Knebworth, na Inglaterra, em 1986.

Paul Rodgers, que cantou o clássico "All Right Now," de 1970, substituirá Freddie Mercury ao lado do guitarrista Brian May e do baterista Roger Taylor. Deacon foi convidado a tocar, mas ainda não decidiu se aceitará o convite.

Os promotores da turnê sabem que os fãs devotos do Queen insistem que não será possível ninguém tomar o lugar de Freddie Mercury.

"É uma turnê do Queen com Paul Rodgers e está prevista para a primavera (do hemisfério Norte), se bem que ainda não há datas confirmadas", disse o agente da banda, Phil Symes.

"Não se trata de Paul estar entrando para a banda. A banda diria que Freddie é insubstituível. Mas Brian sentiu que existe uma química com Paul."

Com diversos sucessos, entre eles "Bohemian Rhapsody" e "We Are the Champions", o Queen foi uma das maiores bandas da Grã-Bretanha, tendo vendido mais de 150 milhões de discos em todo o mundo desde o início dos anos 1970.

Apesar da morte de Mercury, o sucesso continuou, com compilações, prêmios e o musical tributo "We Will Rock You", que faz sucesso junto ao público londrino há mais de dois anos.

O que não se sabe é se a turnê planejada estará à altura das expectativas dos fãs.

"Sou superfã do Queen, mas sem Freddie não há show", disse um contribuinte anônimo em uma página de bate-papo na Internet, acrescentando que uma turnê sem Freddie Mercury será comparável às tentativas do The Doors de voltar a se apresentar muito tempo depois da morte de Jim Morrison.

"Como pode ser o Queen, sem Freddie e sem John Deacon?", escreveu outro fã. "Brian e Roger precisam entender que o Queen acabou. Eles precisam seguir adiante e fazer outra coisa."

Mas a idade não precisa necessariamente ser um problema para os membros sobreviventes da banda, todos com mais de 50 anos.

Mick Jagger completou uma turnê mundial no ano passado, aos 60 anos. Mas David Bowie, que tem 57, precisou interromper uma turnê européia este ano para ser submetido a cirurgia cardíaca de emergência.

ÍNDICE DE NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
16/06/2009

13h46- Aerosmith toca íntegra de disco clássico de 1975 em turnê

12h30- Primeiro festival de documentário musical começa dia 25 em São Paulo

12h15- Integrante da banda The Ventures, Bob Bogle morre aos 75 anos

12h07- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Jeff Beck toca "Where Were You" ao vivo

12h05- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Guitarrista inglês Jeff Beck toca "Big Block"

12h02- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Clipe ao vivo de "Scatterbrain" com Jeff Beck

12h00- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Jeff Beck toca "Goodby Pork Pie Hat" ao vivo

11h58- http://img.uol.com.br/ico_assistir.gif Jeff Beck toca "Led Boots" ao vivo em Londres

11h43- Spyro Gyra e homenagem a Carmen Miranda passam por palcos paulistanos

11h39- Violinista Hilary Hahn apresenta repertório erudito na Sala São Paulo

Mais Notícias