Música

Tom Petty morreu de overdose acidental, diz família três meses após a morte

Jeff Haynes/Reuters
Tom Petty and the Hearthbreakers se apresentam no intervalo do Super Bowl em Glendale, Arizona, em 2008 Imagem: Jeff Haynes/Reuters

Do UOL, em São Paulo

19/01/2018 22h30

Tom Petty morreu após uma overdose acidental de analgésicos, esclareceu a família do músico nesta sexta-feira (19) após receber o laudo médico oficial.

"Como família, reconhecemos que este relatório pode desencadear um debate mais aprofundado sobre a crise dos opióides e sentimos que essa é uma discussão saudável e necessária. Esperamos que, de alguma forma, isso possa salvar vidas", diz um dos trechos do longo comunicado oficial.

Quando Petty morreu, em outubro, foi divulgado que ele havia sofrido uma parada cardíaca. De acordo com o laudo médico liberado após os exames, a lenda do rock sofreu "falência múltipla de órgãos devido a parada cardiorrespiratória causada por mistura tóxica de medicamentos".

Tom Petty tinha dores constantes, resultado de um enfisema, problemas no joelho e uma fratura no quadril que ele ainda não estava 100% recuperado, mesmo cumprindo shows de sua turnê. 

"No dia em que ele morreu, seu quadril estava doendo muito", escreveu a família. "Acreditamos que a dor estava simplesmente insuportável e, por isso, ele exagerou na medicação."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
Reuters
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
EFE
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo