Música

Não é só Anitta: Rei das parcerias, Maluma já esteve no Brasil há três anos

Reprodução e Gustavo Caballero/Getty Images For Univision Communications
O colombiano Maluma em diversas parcerias: com a brasileira Anitta, com a conterrânea Shakira, com a mexicana Thalia e com o brasileiro Lucas Lucco Imagem: Reprodução e Gustavo Caballero/Getty Images For Univision Communications

Do UOL, em São Paulo

15/03/2017 04h00

A internet entrou em polvorosa na última quinta-feira (9) quando foram anunciados dois shows de Anitta com participação do colombiano Maluma, no Rio de Janeiro e em São Paulo, para o final de abril. O cantor é parceiro da brasileira no hit "Sim ou Não", lançado em julho do ano passado e que posteriormente ganhou uma versão toda em espanhol.

Muitos fãs da dupla, que protagoniza cenas quentes no clipe gravado no México, celebraram a oportunidade de ver Anitta e Maluma juntos e ao vivo quase um ano depois do lançamento da música. Outros comemoraram a chance de ter Maluma no Brasil pela primeira vez, sem saber que o cantor de 23 anos já esteve por aqui há três, em 2014, quando gravou outra parceria, a música "Princesinha", com Lucas Lucco.

Enquanto a figura do colombiano que aposta no gênero reggaeton começa a ganhar a simpatia do público brasileiro, nos países de língua espanhola e nos Estados Unidos ele já é uma estrela consolidada. Antes de vir ao Brasil dividir o palco com Anitta, Maluma cumpre sua turnê norte-americana com vários shows esgotados.

Será que, mesmo com a barreira do idioma, Maluma vai conseguir conquistar os brasileiros da mesma forma que conquistou os colombianos e os países vizinhos. Os primeiros dois shows no Brasil servirão como um termômetro. Como diz a letra de "Sim ou Não": "Se quiser jogar, vem, mas tem que arriscar". 

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Decifrando Maluma

    Maluma é mesmo um nome artístico. No documento do cantor consta o nome Juan Luis Londoño Arias, nascido em 28 de janeiro de 1994, em Medellín, na Colômbia. O nome artístico é uma combinação das primeiras letras dos nomes de sua mãe, Marlli; seu pai, Luis; e sua irmã, Manuela. "É uma homenagem a eles porque os amo e eles são o motor da minha carreira", disse ele a um jornal local. Antes de entrar de vez na música, em 2011, aos 17 anos, Maluma tentou a sorte como jogador de futebol. O colombiano chegou inclusive a atuar na base de times como o Atlético Nacional e do La Equidad. Dá para acreditar?

  • Imagem: EFE/Paul Buck
    EFE/Paul Buck
    Imagem: EFE/Paul Buck

    Rei das parcerias

    Definitivamente não foi só com Anitta que Maluma já gravou. O colombiano dividiu o microfone com Lucas Lucco ("Princesinha"), Ricky Martin ("Ven Pa' Ca"), Shakira ("Chantaje"), Thalía ("Desde Esa Noche") e Fifth Harmony ("Sin Contrato"). Isso só para citar os artistas mais conhecidos no Brasil. Dono de dois álbuns de estúdio, "Magia" (2012) e "Pretty Boy, Dirty Boy" (2015), ele ainda tem várias colaborações com outros cantores e grupos latinos. Duvida? Digite "ft. Maluma" no YouTube para ver.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Técnico do "The Voice"

    Maluma já participou como técnico de duas edições do "The Voice Kids" em seu país natal. Ele agora foi escalado pela terceira vez para o programa, só que no México. O "La Voz Kids México" estreou no último domingo (12) com o colombiano virando sua cadeira para diversos talentos mirins. A participação, no entanto, não foi bem vista por parte do público. Isso por causa de músicas polêmicas que ele lançou.

  • Imagem: Paul Plaza/AFP
    Paul Plaza/AFP
    Imagem: Paul Plaza/AFP

    Machista?

    "Cuatro Babys", lançada como single em outubro do ano passado, teve uma repercussão bastante negativa por causa do teor de sua letra e clipe. A música fala sobre um homem que tem que lidar com quatro namoradas ao mesmo tempo e as trata feito objetos. "Você tem minha conta no banco / E o número do meu cartão / Você é minha mulher oficial / Fico apaixonado por esse rabo com esses cabelo loiros / Mas eu tenho uma de cabelo preto que sempre quer", diz um dos trechos da música. Uma petição chegou a ser lançada para que a música fosse retirada das plataformas digitais por denegrir a imagem das mulheres. Maluma respondeu e se comparou a Jesus Cristo, que também foi julgado. "Se falaram até de Jesus Cristo, por que se surpreende quando falam de ti?", escreveu o cantor. O vídeo é o terceiro mais assistido do canal de Maluma no YouTube, com 530 milhões de visualizações. Entre as reações, 2 milhões clicaram em "gosto" para o clipe, enquanto 500 mil deram um "não gosto" depois de toda a polêmica. Outra música que deu o que falar é "Borro Cassete", que aparentemente descreve uma relação sexual com uma mulher alcoolizada e inconsciente.

  • Imagem: Reprodução
    Reprodução
    Imagem: Reprodução

    Passagem pelo interior de MG

    Em 2014, quando tinha apenas três anos de carreira, Maluma fez sua primeira parceria com um brasileiro: Lucas Lucco. É ele quem canta trechos em espanhol na música "Princesinha", que já tinha sido gravada por Lucco só em português com a participação de Mr. Catra. Maluma inclusive participou da gravação do DVD do cantor brasileiro, que aconteceu na cidade de Patrocínio (MG). A parceria, no entanto, não fez o mesmo barulho como a dele com Anitta em "Sim Ou Não". Com visual mais maduro e bad boy, a interação dos cantores no clipe também é mais favorável, já que Anitta e Maluma dançam sensualmente e trocam beijos quentes. Aliás, Anitta também gravou uma participação no DVD de Lucas Lucco em Minas Gerais, onde provavelmente esbarrou com o colombiano que viria a gravar com ela dois anos depois. Ironia do destino?

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
UOL Música
do UOL
do UOL
Chico Barney
Música
AFP
Reuters
Da Redação
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
EFE
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
Blog do Barcinski
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
TV e Famosos
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
AFP
Adriana de Barros
Topo