PUBLICIDADE
Topo

Parceiro de Ray Charles, trompetista Marcus Belgrave morre aos 78 anos

De Washington

25/05/2015 08h36

O trompetista norte-americano Marcus Belgrave, que trabalhou com alguns dos maiores nomes do jazz, como Ray Charles e Dizzy Gillespie, morreu no último domingo (24) aos 78 anos. O músico, nascido em Detroit, foi vítima de um ataque cardíaco, na cidade de Ann Arbor, Michigan.

Belgrave teve uma profunda influência na cena do jazz de Detroit e continuou tocando até poucos meses antes de sua morte, incluindo pequenos momentos de improvisação com colegas em sua cama no hospital, segundo o jornal "Detroit Free Press".

"Ele foi um mentor de gerações inteiras. Muitos não teriam descoberto a música se não fosse por ele", disse o contrabaixista norte-americano Rodney Whitaker.

Belgrave começou a tocar o trompete profissionalmente aos 12 anos e, entre o fim da década de 1950 e o início dos anos 1960, integrou o grupo de Ray Charles.

Também gravou e se apresentou com outros grandes nomes, como Aretha Franklin, Joe Cocker, Max Roach, Charles Mingus e vários artistas da gravadora Motown. Além disso, Belgrave era professor de música.

"Se você tinha Marcus Belgrave, tinha a melhor banda", afirmou Mingus à revista "Down Beat" em 1975, quando lamentou o fato de não conseguir convencer o amigo a trocar Detroit por Nova York.