PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Lady Gaga revela que sofre de "medo paralisante" após abuso sexual

Lady Gaga posa no tapete vermelho do Oscar com um vestido longo branco - Lucy Nicholson/Reuters
Lady Gaga posa no tapete vermelho do Oscar com um vestido longo branco Imagem: Lucy Nicholson/Reuters

De Nova York, EUA

04/03/2016 22h37

A cantora Lady Gaga revelou nesta sexta-feira que sua atuação nos prêmios Oscar, a favor de sobreviventes de abusos, foi uma das mais difíceis de sua vida, ao lembrar que sofre de uma dor crônica após ser vítima de uma agressão há uma década.

A estrela pop ofereceu uma comovente interpretação de sua canção "Till It Happens To You" (Até que aconteça com você) durante a festa do Oscar no domingo, ao lado de estudantes universitárias que foram vítimas de violências sexuais.

"Nunca tinha ficado tão devastada como fiquei agora após esta apresentação", disse Gaga à rádio Z100 de Nova York.

Recordando o estupro que ela sofreu, acrescentou: "É a coisa que mais me envergonhou na minha vida e sempre senti que era minha culpa até esta semana".

Gaga, que completa 30 anos neste mês, já tinha revelado que foi estuprada por um homem mais velho quando tinha 19 anos.

"As pessoas não sabem disso sobre mim, porque eu não dividi isso com o público, e eu sei que eles me veem como uma espécie de celebridade que é bem sucedida e tem dinheiro, e que não deveria ter problemas", disse Gaga.

"Mas na verdade sofro de dor crônica o tempo todo e esse medo paralisante eu tenho experimentado por quase dez anos", disse.

Gaga, cujo nome real é Stefani Germanotta, disse que a experiência ficou trancada no fundo de sua mente, mas na verdade "permanece em seu corpo, em seus problemas".

"Então sinto uma dor física, e há muitas pessoas que sofrem de dor crônica que passaram por uma experiência traumática", informou.

Entretenimento