Música

Turnê de reunião do Guns N' Roses terá shows extras na América do Norte

Divulgação
Duff McKagan, Axl Rose e Slash, baixista, vocalista e guitarrista do Guns N' Roses Imagem: Divulgação

Nova York (EUA)

25/05/2017 20h47

Mais de um ano após uma altamente planejada reunião, finalmente materializada em uma turnê mundial, a celebrada banda de rock Guns N' Roses, anunciou nesta quinta (25) que estenderá sua agenda de shows prevista para a América do Norte.

 


O grupo, que começa no próximo sábado (27) a etapa europeia da turnê na Irlanda, após se apresentar nas Américas e na Ásia, anunciou 15 shows além dos programados para este ano para os Estados Unidos e o Canadá.

Os novos shows contam com duas novas datas no Madison Square Garden, Nova York, e encerrará nos dias 24 e 25 de novembro em Los Angeles, onde a banda se formou.

O Guns N' Roses, liderado pelo vocalista Axl Rose e seus agudos característicos, acompanhados da inconfundível guitarra de Slash, ainda mantém o recorde pelo álbum de estreia mais vendido na história dos Estados Unidos, "Appetite for Destruction", de 1987.

Porém, a banda também ficou famosa pelos escândalos nos bastidores de seus shows, ao aparecer no palco após horas de atraso, além do rompimento de relações entre Axl e Slash em 1993, no fim de uma turnê em Buenos Aires.

A famosa dupla voltou a se encontrar em abril de 2016 antes da banda ser escolhida como atração principal do festival Coachella, na Califórnia.

Ainda assim, a formação não contou com a presença do guitarrista Izzy Stradlin, que coescreveu várias músicas prestigiadas da banda, mas não concordou com o pagamento oferecido para que participasse da reunião.

O Guns N' Roses lucrou mais de 188 milhões de dólares em todo o mundo com sua turnê no último ano, valor apenas alcançado por Bruce Springsteen, Beyoncé e Coldplay, de acordo com a publicação sobre a indústria musical Pollstar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Reuters
Música
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
Adriana de Barros
AFP
Da Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Adriana de Barros
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Música
UOL Música - Imagens
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
EFE
AFP
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
AFP
Topo