Música

Malásia proíbe "Despacito" na rádio e televisão pública: "Letra obscena"

Reprodução
Cena do clipe de "Despacito", de Luis Fonsi com Daddy Yankee Imagem: Reprodução

De Bangcoc (Tailândia)

20/07/2017 08h44

As autoridades da Malásia proibiram a reprodução na rádio e televisão pública da música "Despacito", do porto-riquenho Luis Fonsi, depois que grupos islamitas denunciaram que sua letra é obscena, informou nesta quinta-feira (20) a imprensa local.

O ministro de Telecomunicações malaio, Salleh Said Keruak, anunciou a decisão ontem à noite após uma reunião do painel de avaliação da estatal Radio Televisyen Malaysia (RTM), que decidiu retirar a permissão de execução da canção.

"A RTM deixará de emitir esta canção em todas as suas emissoras de rádio e televisão com efeito imediato", disse Salleh segundo o jornal "The Star".

A medida foi tomada horas depois de o partido islamita Angkatan Wanita Amanah Nasional (Awan) criticar o conteúdo sexual explícito da música e pedir a proibição de sua emissão nos meios de comunicação.

"Despacito" se tornou a música mais reproduzida da história por meio de plataformas de streaming e, junto ao remix do canadense Justin Bieber, atingiu 4,6 bilhões de reproduções, segundo a gravadora Universal.

Não é a primeira vez que as autoridades malaias proíbem um filme ou espetáculo apelando à moralidade pública.

No último mês de março, a Comissão de Censura de Filmes vetou a estreia da última adaptação de "A Bela e a Fera" pela aparição de um personagem homossexual, ainda que dias depois tenha voltado atrás e permitido sua projeção.

Em 2014 a mesma Comissão impediu a exibição de "Noé", de Darren Aronofsky, por considerar que a produção era contrária ao islã.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Entretenimento
Adriana de Barros
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
UOL Entretenimento
do UOL
AFP
AFP
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
Estadão Conteúdo
Música
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
AFP
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
do UOL
UOL Música - Imagens
TV e Famosos
do UOL
Topo