Topo

Música

Em seu primeiro show no Brasil, Taylor Swift canta sete sucessos e recebe Paula Fernandes

Manuela Scarpa/Foto Rio News
Taylor Swift canta com Paula Fernandes em show no Citibank Hall no Rio de Janeiro (13/9/12) Imagem: Manuela Scarpa/Foto Rio News

Rodrigo Monteiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

13/09/2012 23h21

A cantora americana Taylor Swift, 22, esteve no Brasil para anunciar o seu quinto álbum. "Red" será lançado mundialmente no dia 22 de outubro. Depois de conversar com jornalistas onde está hospedada em Copacabana, nesta quinta-feira (13), Taylor seguiu para o Citibank Hall, na Barra da Tijuca, para um pocket show previsto para ter 30 minutos. Cerca de mil pessoas estiveram presentes no evento que marcou a primeira visita de Taylor Swift ao Brasil e, também, a primeira vez em que a cantora de country music esteve ao lado da mineira Paula Fernandes. As duas gravaram o dueto "Long Live" sem se conhecer. 

A banda da cantora Taylor Swift entrou no palco com cinco minutos de atraso, às 21h35min. Logo depois, a atriz Marcella Ricca, a Babi da última temporada de "Malhação", se dirige ao público: “Vamos ver se o Brasil sabe cantar Taylor Swift!”

Às 21h40, apareceu Taylor Swift usando um vestido curto prateado.

A primeira música foi “Sparks Fly” e entrou aos gritos de “Taylor! Taylor! Taylor!”

“É quase um sonho vê-la. Eu estou acordado desde as quatro da manhã para estar aqui. Estou muito feliz”, contou Gregory Souza, 16 anos, de Niterói.

Com um microfone vermelho, ela finalmente falou: “Eu amo o Brasil”, em português. Tocando violão, começou a segunda música da noite, “Leave Me Alone”.

“Olá, Rio. Esta é a minha primeira vez no Brasil. Que plateia linda! Eu sinto que vocês são legais. E eu estou muito feliz que vocês sejam!”

Então, tocando um banjo veio a terceira música, “Mean”. E, depois, “Love Story”.

“Essa música é muito importante pra mim. E sempre lembro de uma pessoa. Não, não posso dizer o nome dele, não”, contou, emocionada, a fã Cristiane Mayrink, 15 anos. “Eu amo a Taylor! Estou muito feliz por estar aqui”, completou.

A banda de Taylor estava toda no palco. Dave Cook, nos teclados; Caitlin Evanson, no violão; Al Wilson, na bateria; Mike Meadows, Paul Sidoti e Grant Mickelson nas guitarras; Amos Heller,  no baixo; e Melanie Nyema, Kamillah Marshall, Clare Turton e Carly Thomas Smith, nos vocais.

Sentada no centro de um sofá de três lugares e, de novo, ao violão, ela introduziu a quinta canção, “Fifteen”.

“É incrível estar no Brasil e ver vocês cara a cara. Isso é um tipo de surpresa pra mim e eu adoro surpresas. Estar aqui, tocando minhas músicas no Brasil... Eu amo isso!”

Eram 22h11 quando começou um dos seus maiores sucessos.

 “Às vezes você ama muito alguém e vocês terminam e não voltam. Às vezes, você tem que parar,” disse Taylor, iniciando “We Are Never Ever Getting Back Together”, a sexta música da noite.

Dueto com Paula Fernandes

Com um violão prateado brilhante nas mãos, a cantora anuncia o momento mais esperado da noite.

“Agora, eu tenho muita, muita, muita honra de anunciar uma incrível cantora brasileira, que quase que não está livre para estar aqui hoje à noite com a gente. E eu estou muito feliz que ela esteja. Senhoras e senhores, com vocês, Paula Fernandes.”

A cantora mineira, em vestido curto e estampado em tons de amarelo, entrou tocando violão também e começou “Long Live”. Essa foi a primeira vez que as duas cantoras, que gravaram o dueto sem se conhecer, cantaram juntas. Na segunda parte da música, Paula Fernandes começou em português e foi seguida pela plateia.

Ao fim da música, as duas, de mãos dadas, agradeceram ao público e se despediram.

Eram 22h21min quando Marcella Ricca voltou ao palco para anunciar a segunda parte da noite: Oito fãs subiram ao palco para fazer perguntas para Taylor Swift.

Respondendo às questões, a cantora disse que adoraria voltar ao Brasil e fazer um novo, maior e melhor show do que pôde oferecer nessa noite. Falou também que compor é algo que ela faz desde muito pequena e é natural para ela cantar as próprias canções. Que pode parecer estranho, mas ela consegue compor sobre qualquer coisa e em qualquer lugar, até mesmo no Brasil. Confessou que está amando os fãs brasileiros pois são muito gentis com ela.

Ao final, um fã entregou para ela uma camiseta da seleção brasileira e pediu um abraço, dizendo que a ama e agradecendo.

Taylor Swift foi até a beira do palco e se despediu do público. Anunciado para ser um show curto, o evento se estendeu por uma hora e dez minutos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!