Topo

Música

"Funk carioca não é mais modismo", diz MC Naldo sobre consolidação do estilo no Brasil

Washington Possato/Divulgação
O MC Naldo, grande admirador de rappers norte-americano e nova cara do funk carioca Imagem: Washington Possato/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

05/10/2012 15h50

Um dos nomes mais populares do funk carioca atual, MC Naldo enxerga o estilo musical não mais como algo passageiro. Falando por telefone ao UOL, o cantor comentou sobre a popularidade cada vez maior das músicas do gênero. “Acho que o funk, hoje em dia, é uma realidade, não é mais modismo. É como o samba, um estilo popular que não era levado a sério, mas ganhou respeito”, afirma.

Sem negar suas origens musicais, o cantor encara sua produção atual como algo que vai além do funk. “Faço uma mistura de funk, hip-hop e pop. Acho que o público consegue entender melhor agora. Minhas produções são voltadas para um estilo norte-americano”, diz o cantor, que cita entre os seus artistas favoritos nomes como Chris Brown, Jay-Z e Kanye West.

A fascinação pelo hip-hop norte-americano o levou a gravar recentemente uma música em parceria com o rapper Fat Joe, em Miami, intitulada “Se Joga”.

Naldo acredita que a mudança de foco para um público mais elitista é natural, mas defende suas origens nos bailes funk do Rio. “Minhas referências hoje são bem diferentes. A essência do funk está em mim, fui criado ouvindo isso desde pequeno. Ouvia muito Claudinho e Buchecha, tive a influência deles quando comecei”, diz ele.

O cantor não é modesto ao dizer que sua música alcança todos os públicos. “Minha música atinge todo mundo, desde a criança de um ano de idade até uma velhinha. É difícil dizer como, mas eu consegui”, diz ele. “Toco numa mesma noite numa comunidade e na Lagoa [no Rio] para uma plateia de globais, ou num lugar como o [hotel] Copacabana Palace”, conta ele.

O sucesso não só trouxe uma nova audiência, mas fez com que ele tentasse expandir seu leque musical, tanto nas influências estrangeiras no som quanto em termos de técnica e produção. “Com o tempo eu comecei a estudar teoria musical e técnica vocal”, conta.

Um elemento que se destaca nas suas apresentações é o visual futurista adotado no palco, algo que o artista admite fazer de maneira consciente, utilizando roupas com LEDs e cenários 3D.

Naldo terá a canção “Meu Corpo Quer Você” na trilha sonora de “Salve Jorge”, a nova novela das 21h da Rede Globo, que estreia no dia 22 de outubro. A atração irá tocar em temas polêmicos como o tráfico de pessoas e mostrar o processo de pacificação do Morro do Alemão através das UPPs. Para e conta com diversos personagens funkeiros.

Um novo clipe está previsto para ser gravado no dia 15 de outubro para a música “Envenenada”. Os shows atuais fazem parte da divulgação do seu último trabalho, “Na Veia Tour”, lançado em CD e DVD, mas o cantor já planeja um novo DVD no ano que vem, ainda sem data de lançamento.