Topo

Música

Em show de Marina Elali, Ivete Sangalo pede licença e tenta distrair contratempos de gravação

Felipe Souto Maior
As divas Ivete Sangalo, Marina Elali e Elba Ramalho em show do Recife (18/10/12) Imagem: Felipe Souto Maior

Gabriella Guerra

Do UOL, no Recife

19/10/2012 06h44

Tinha tudo para ser um grande show a gravação do DVD da potiguar Marina Elali, que aconteceu na noite de quinta-feira (18), no Recife. A cantora homenageou, em seu novo álbum, os pernambucanos Luiz Gonzaga e o avô Zé Dantas, parceiro fiel do Rei do Baião. Para isso, Marina reuniu grandes nomes da música brasileira como Ivete Sangalo, Zezé Di Camargo e Luciano, Aviões do Forró, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Chorão, do Charlie Brown Jr.. Apesar dos convidados, o repertório bem selecionado, e a animação da cantora, o que o público pode acompanhar durante mais de 3 horas de gravação foi um show de contratempos.

Microfonias no som, artista esquecendo letra de música e Marina tropeçando duas vezes no palco foram vistos junto com muitas repetições das canções. O dueto com a banda Aviões do Forró teve a cantora Solange esquecendo a música “Siri Jogando Bola” duas vezes, só conseguindo entoar a letra após improvisar uma “cola” que foi entregue por ela a um fã à beira do palco. “Gente, nunca me aconteceu isso, deve ser emoção demais”, explicou.

Com a dupla Zezé Di Camargo e Luciano não foi diferente. Mesmo levantando o público do Recife, a apresentação foi interrompida, pois Luciano também não lembrava a letra da música que ia cantar, “A Volta da Asa Branca”. Ele justificou a falha dizendo que havia sido informado sobre a canção no dia anterior e não teve tempo de decorar. 

Quando Ivete subiu ao palco, a plateia parecia ter esquecido dos problemas. A musa baiana, que cantou “São João no Arraiá”, também teve sua apresentação repetida, mas mostrou porque arrasta multidões. Pediu licença à dona do show e conversou com o público. “Vamos entrar na safadeza? É só fazer ‘foromfonfon’, e fica tudo certo”, brincou, em referência ao ritmo da música.

Outra artista que animou a plateia foi Elba Ramalho, veterana com as canções do Velho Lua. Ela entoou “Riacho do Navio” e também pediu para regravar sua apresentação, pois o áudio estava muito baixo. Ainda participaram do encontro, Geraldo Azevedo, Daniel Gonzaga, Waldonys, Orquestra Criança Cidadã, Chorão e Tânia Mara. “Misturei o rock, o axé e sertanejo para que mais pessoas conheçam a música de Luiz Gonzaga, especialmente o público jovem”, explicou Marina.

A mistura, no entanto, não agradou a todos da plateia. Quem foi ao show esperando dançar um forró e um baião se surpreendeu com os novos arranjos que foram dados as músicas. No palco não havia zabumba e triângulo, instrumentos clássicos da música de Luiz Gonzaga. Eles deram espaço a guitarra, bateria e piano. Esse último ganhou destaque durante a apresentação da canção “Adeus Saudade”, uma letra inédita de Zé Dantas. “Minha avó me deu de presente a letra e eu musiquei no piano”, disse a cantora.

Logo após um momento solo, a potiguar foi de “O Xote das Meninas”, dividindo o microfone com Elba e Ivete. E para fechar a noite, todos os convidados subiram no palco e cantaram “São João na Roça”. O show será editado e usado como especial de final de ano da Globo Nordeste.