PUBLICIDADE
Topo

Nova biografia de Michael Jackson diz que cantor morreu virgem

O cantor Michael Jackson anuncia sua série de shows em no 02 Arena, em Londres (5/3/2009) - Dave Hogan/Getty Images
O cantor Michael Jackson anuncia sua série de shows em no 02 Arena, em Londres (5/3/2009) Imagem: Dave Hogan/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

14/11/2012 10h37

Michael Jackson morreu virgem. É o que diz uma nova biografia do cantor, escrita pelo ex-editor da revista “Rolling Stone” Randall Sullivan. De acordo com o jornal “New York Times”, no livro “Intocável: A Estranha Vida e a Trágica Morte de Michael Jackson”, o escritor relata que o artista, que morreu em 2009, nunca teve relações sexuais.

“Ele morreu como um virgem de 50 anos e nunca teve relação sexual com qualquer homem, mulher ou criança, o que o colocou num estado de solidão que era uma grande parte do que o fez tão único como artista e tão infeliz como ser humano”, escreveu Sullivan ao comentar as acusações de pedofilia que pairam sobre Jackson.

O escritor ainda comentou a respeito da turnê “This Is It’, que estava sendo elaborada pelo cantor pouco antes de sua morte. Segundo fontes envolvidas na produção, os shows iriam ajudá-lo a se estabilizar financeiramente. E para Kenny Ortega, diretor do espetáculo, com a turnê Jackson poderia recuperar “sua dignidade como artista”.

Nenhuma evidência a respeito da afirmação, no entanto, é apresentada. Por isso, o "New York Times" considerou a biografia "superficial" e "dispensável".