Topo

Música

"Meu pai mudou o rap", diz filho de Sabotage nos 10 anos de sua morte

Fabiano Cherchiari/Folha Imagem
O rapper conquistou o reconhecimento nacional com a música "Um Bom Lugar" Imagem: Fabiano Cherchiari/Folha Imagem

Do UOL, em São Paulo

23/01/2013 16h58

Sabotage não era apenas um rapper, mas um artista completo. Há 10 anos, o músico morria de uma forma trágica, com três tiros no dia 24 de janeiro de 2003, no bairro da Saúde, enquanto deixava a mulher no trabalho. Conquistou reconhecimento nacional no começo dos anos 2000 com o sucesso do disco “Rap é Compromisso”, o que o levou a fazer parte de grandes produções cinematográficas como “O Invasor” e “Carandiru”. Com essas participações, se aproximou do diretor de cinema Beto Brant, que logo em seguida produziu seu primeiro videoclipe “Um Bom Lugar”, que se tornou sucesso e posteriormente um clássico do rap brasileiro.

Para homenagear o músico, o UOL foi até a comunidade do Boqueirão, no bairro Jardim da Saúde, em São Paulo, onde Sabotage viveu os últimos três anos de sua vida e conversou com seus filhos. Em entrevista exclusiva, Wanderson do Santos e Tamires do Santos contam detalhes da vida do pai, como era a sua relação com o bairro, família e carreira.

Confira a matéria na íntegra: