PUBLICIDADE
Topo

Bobby Rogers, fundador do grupo The Miracles, morre aos 73 anos

Em março de 2009, a banda The Miracles ganhou uma estrela na calçada da fama de Hollywood - Fred Prouser/Reuters
Em março de 2009, a banda The Miracles ganhou uma estrela na calçada da fama de Hollywood Imagem: Fred Prouser/Reuters

Do UOL, em São Paulo

04/03/2013 11h56

Bobby Rogers, fundador do grupo The Miracles, morreu no último domingo (3) aos 73 anos, em sua casa no subúrbio de Detroit (EUA).

O lendário grupo de R&B foi o primeiro a fazer sucesso pela gravadora Motown, que também teve em seu elenco nomes como Diana Ross e The Jackson Five.

Bobby fundou o grupo The Miracles em 1956 ao lado da prima Claudette Rogers, Pete Moore,  Ronnie White e Robinson. Entre os principais hits da banda, destaque para Shop Around, You've Really Got a Hold on Me, The Tracks of My Tears, Going to a Go-Go e The Tears of a Clown.

"Outro soldado da minha vida que cai morto. Bobby Rogers era meu irmão e um verdadeiro amigo. Nascemos exatamente no mesmo dia e no mesmo hospital em Detroit. Eu vou sentir falta dele. O amo muito", disse Robinson a uma publicação local.

A prima de Rogers, Claudette, disse para o Detroit Free Press que todo mundo deveria puxar um pouco de sua personalidade.

"Ele era atraente, acessível e amava conversar com as mulheres. Amava falar com os garotos, dançar, cantar e se apresentar. Era assim que aproveitava sua vida", contou.

Em março de 2009, Rogers representou a banda The Miracles, que ganhou uma estrela na calçada da fama em Hollywood. Em 2012, a banda foi incluída no hall da fama Rock & Roll, mas o cantor já estava muito doente e não compareceu à cerimônia.