PUBLICIDADE
Topo

Músico que tocou com Frank Zappa e Milton Nascimento, George Duke morre aos 67 anos

George Duke participou do Mothers of Invention e gravou disco no Rio de Janeiro - Divulgação
George Duke participou do Mothers of Invention e gravou disco no Rio de Janeiro Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

06/08/2013 11h59

O músico americano George Duke morreu na segunda-feira aos 67 anos na Califórnia. Cantor, compositor e arranjador, George ficou conhecido pela participação na banda Mothers of Invention, ao lado de Frank Zappa.

A informação da morte foi divulgada pela Motown Alumni Association (MAA). De acordo com publicações especializadas, entre elas a "Spin", Scherrie Payne, ex-integrante das Supremes, foi quem deu a notícia através de uma nota. 

“Foi um ano antes, no dia 18 de julho, que sua adorável espiosa e amiga foi para os céus. Por favor, mantenham os filhos dele,  Rasheed and John, em suas orações”, disse.

Nascido em San Rafael, na Califórnia, o tecladista gravou discos clássicos com Frank Zappa e o Mother of Invention, como “Chunga's Revenge” e “One Size Fits All”, além de colaborações com grandes mestres como George Clinton e Miles Davis. George havia lançado o novo disco há menos de um mês. “Dreamweaver” era o primeiro disco do músico em três anos.

De sua carreira solo, emplacou canções que misturavam funk com jazz, como “Reach for It” e “Duckey Stick”. A amizade com o percussionista brasileiro Airto Moreira despertou-lhe uma paixão pelo país. Em 1979, viajou para o Rio de Janeiro onde gravou “A Brazilian Love Affair”, com a participação de Milton Nascimento.

Prova da imortalidade de seu som são samples usados em músicas do rap e da eletrônica, como “I Love You More”, na música “Digital Love” do Daft Punk; “Someday”, sampleado em “Break my Heart”, de Common; e “Reach Fot It” usado em, “True to the Game”, de Ice Cube.

Na estrada desde 1966, quando lançou “George Duke Quartet Presented by the Jazz Workshop”, George saiu em turnê em 2011 como trio, com David Sanborn e Marcus Miller.