PUBLICIDADE
Topo

Piloto de parapente diz que pouso na Cidade do Rock foi de emergência

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/09/2013 17h03

O piloto que fez um pouso na Cidade do Rock, neste domingo, 15, se identificou como André Luiz Santiago, e disse que precisou fazer um pouso de emergência. O homem,que pousou no local logo após a abertura dos portões, reclamou da forma que os seguranças o abordaram. "Não sou bandido. Precisei fazer um pouso de emergência", disse.

  • FotoRioNews

    Famosos assistem aos shows

  • AgNews

    Relembre os maiores babados do festival

  • Reprodução

    RiR na TV: 5 momentos mais constrangedores

 Ele contou ainda que era membro do "Clube São Conrado de Voo livre", e que saiu de Campo Grande, Zona Oeste do Rio. Ao ser levado por seguranças para a saída do evento, o piloto foi aplaudido pelo público.

O UOL entrou em contato com o clube que não soube confirmar se ele é membro do local. A assessoria do Rock in Rio disse que após o pouso, o piloto foi retirado da Cidade do Rock e encaminhado para um posto policial, montado no Riocentro para atender o festival. O homem foi liberado em seguida.

Alicia Keys e Justin Timberlake se apresentam no Palco Mundo

O terceiro dia de festival promete misturar o que há de mais pop na música internacional e brasileira com shows de artistas como Jota QuestJessie JAlicia Keys e Justin Timberlake, que fechará a noite no Palco Mundo.

Já no Palco Sunset, as principais atrações são os shows compartilhados de Nando Reis e Samuel Rosa, Kimbra e Olodum, além de George Benson e Ivan Lins.

O evento

A quinta edição brasileira do Rock in Rio começou na sexta e vai até o dia 22 de setembro. Mais de 160 artistas irão se apresentar em cinco espaços diferentes, divididos entre os sete dias de programação. Quase 600 mil pessoas são esperadas durante o festival, com uma média de 85 mil espectadores por dia.

A programação deste sábado (14) foi encerrada pelos britânicos do Muse, com seu rock de arena que mistura elementos de música indie, sons progressivos e efeitos de distorção estridentes. Com hits como "Supermassive Black Hole" cantados em coro pelo público, a banda favorita da escritora Stephenie Meyer, dos livros da série "Crepúsculo", conseguiu convencer com um show de alto nível mesmo depois de uma noite repleta de apresentações intensas como a do Thirty Seconds to Mars e de Florence + The Machine.

O segundo dia de Rock in Rio também trouxe opções para roqueiros veteranos, em uma espécie de matinê punk concentrada no Palco Sunset, pelo qual passaram os californianos do The Offspring e Marky Ramone, que revisitou clássicos dos Ramones ao lado do vocalista Michael Graves, ex-Misfits.

Entre os destaques nacionais, o sábado teve apresentações que misturaram rock e política. A Capital Inicial emocionou fãs ao tocar uma música de Charlie Brown Jr. para lembrar as mortes recentes de Champignon e Chorão. Já o Detonautas Roque Clube voltou aos primórdios do rock brasileiro em um show com convidados só tocando covers de Raul Seixas.

Tico Santa Cruz usou uma camiseta onde se lia "Senado Federal, Vergonha Nacional", e Dinho Ouro Preto usou nariz de palhaço e criticou o escândalo recente envolvendo o deputado Natan Donadon, que manteve o cargo apesar de ter sido preso por corrupção.

O primeiro dia do evento teve shows de Maria Rita, Living Colour,  DJ David GuettaIvete Sangalo e Beyoncé, entre outros, e uma homenagem ao cantor Cazuza.