PUBLICIDADE
Topo

Fãs deixam flores para Lou Reed em porta de hotel e artistas fazem covers

Do UOL, em São Paulo

29/10/2013 10h35

Um pequeno memorial, dedicado a Lou Reed, morto no domingo, aos 71 anos, surgiu na entrada do Chelsea Hotel, na região de Manhattan, em Nova York, na segunda-feira (28).

O hotel, que foi casa de diversos escritores, músicos e artistas, como Bob Dylan, Charles Bukowski, Patti Smith, Leonard Cohen e Iggy Pop, inspirou Lou Reed na canção “Chelsea Girls”.

Com mais de sete minutos, a música retrata os moradores do hotel -- muitos deles, artistas boêmios e viciados em drogas.

Logo na porta de entrada, flores, velas e pequenos bilhetes faziam o tributo ao fundador do Velvet Underground.

Desde o anúncio da morte, amigos e fãs famosos do cantor e guitarrista fizeram homenagens. Os britânicos do Arctic Monkeys cantaram a versão de “Walk On The Wild Side” – a música mais famosa da carreira solo de Lou.

No Brasil, o cantor Zé Ramalho divulgou a música “Ninguém É Você”, versão em português de “Nobody But You”, composta por Lou e John Cale.



O empresário Tom Sarig, divulgou no site do cantor a última foto de Lou Reed em vida. "Há apenas algumas semanas, Lou fez uma sessão de fotos com a intenção de se tornar um anúncio para a Parrot, empresa francesa de fones de ouvido, de seu amigo Henri Seydoux. O renomado fotógrafo Jean Baptiste Mondino tirou as fotos e esta foi a última foto que ele tirou. Sempre uma torre de força", descreveu.