PUBLICIDADE
Topo

"Não poderia ter 20 anos de estrada se usasse droga", diz Ivete Sangalo

Do UOL, em São Paulo

28/11/2013 10h11

Em uma entrevista onde todos os rumores a respeito da cantora foram colocados na mesa, Ivete Sangalo rechaçou o boato de que usa drogas e de que sua energia característica vem do uso de cocaína.

“Não poderia ter 20 anos de estrada com esse vigor se usasse droga (...) uma vez estava fazendo uma festa de final de ano, havia vários artistas, eu estava dividindo camarim com uma galera e uma rapaziada convocou para cheirar. Fiquei quietinha no meu canto, me sentindo uma menina desprotegida”, disse, em entrevista à revista “Veja”. “Não bebo, não fumo. Tomo uma taça de vinho e já é demais, porque odeio aquela sensação de ‘delay’, de velocidade alterada do álcool. Nunca nem experimentei drogas. Isso pode soar cafona, mas eu nunca vi cocaína”, explicou.

A questão foi introduzida na entrevista pela suposta referência a cocaína na música “Cadê Dalila”, no trecho que Ivete canta “vá buscar Dalila”. “Oi? Por que, você já mandou buscar a sua assim? Ô, meu Deus, coitado de Carlinhos Brown, autor da música, que é tão careta. Isso aí é folclore. São elucubrações carnavalescas. O cara está tão doido que manda buscar uma Dalila”, respondeu.

Além disso, a cantora afirmou que nunca teve caso com a Xuxa – um dos rumores mais atrelados a sua pessoa. “Hummm, quem me dera. Não namoramos, não. A gente é muito amiga. Eu poderia até namorar se eu fosse lésbica. Se eu gostasse de mulher, ela já teria recebido uma cantada (...) Nunca fiquei com mulher, apesar de ter sido cantada muitas vezes. Aliás, acho ótimo quando acontece”. A cantora ainda fez questão de afirmar: “Sou uma pessoa muito sexual. Se rolar todo dia, estamos aí”.

A inimizade entre as cantoras de axé também foi desmentida por Ivete, em especial com Claudia Leitte. “A gente vai dizer o quê? Que se ama loucamente? Não. É uma relação de respeito, mas não posso dizer que telefonamos umas para as outras para bater papo. Quero que apareça alguém capaz de pontuar uma única situação em que me estranhei com Daniela ou Claudia, um olhar atravessado que seja. Agora, há cantoras que são amigas de frequentar minha casa, como Margareth Menezes e outras que não são do axé, como Solange, do Aviões do Forró, e Vanessa da Mata”

Ivete também respondeu que não se preocupa com críticas a sua música. “O axé é para quem gosta de axé, entende? Não vou a um show de metal para ficar com cara feia dizendo que os caras estão gritando e quebrando guitarra cara”.

A cantora ainda negou que a saída de seu irmão do comando de sua empresa, a Caco de Telha, não teve a ver com desvio de direito. No entanto, ela afirma ter feito um “acordo” com ele. “Paguei a ele uma quantia que não vou comentar. Ponha aí que paguei dois chicletes e um mingau”.