PUBLICIDADE
Topo

Morrissey diz que não há diferença entre comer carne e pedofilia

Do UOL, em São Paulo

04/01/2014 13h47

Reconhecido mundialmente por seu militarismo vegetariano, o cantor Morrissey falou em um site de fãs que para ele não há diferença entre comer carne e ser um pedófilo.

“Eu não vejo diferença entre comer animais e pedofilia. Os dois estupro, violência, assassinato. Se eu sou apresentado a qualquer um que come animais, eu vou embora”, disse.

“Imagine, por exemplo, se você estiver em um clube e alguém disser a você ‘Olá, eu gosto de derramamento de sangue, degolamento e a destruição da vida’, bem, eu duvido que você vá querer trocar o número de telefone com ela”, afirmou o cantor.

O chef britânico Jamie Oliver também foi lembrado pelo ex-vocalista do The Smiths: “Se Jamie Orrible tem tanta certeza que acha a carne tão saborosa, então porque ele não coloca um de seus filhos no micro-ondas? Vai ter o mesmo gosto que um cordeiro cozido”, disse.

O campo de concentração de Auschwitz também não foi esquecido por Morrissey em sua luta contra quem come carne. Para ele, “quem acredita em abatedouros, apoiaria Auschwitz. Não há diferença”.