Topo

Música

Courtney Love e Dave Grohl encerram 20 anos de brigas em tributo ao Nirvana

Do UOL, em São Paulo*

11/04/2014 05h04

A cerimônia de nomeação do 29º Rock and Roll Hall of Fame, que aconteceu na noite desta quinta-feira (10), trouxe muitas surpresas para o palco do Barclays Center, em Nova York. Além das homenagens às lendárias bandas Kiss e Nirvana, os desafetos Courtney Love e Dave Grohl selaram a paz com um abraço fraterno entre eles.

Neste que foi o momento mais esperado da noite, o cantor Michel Stipe, ex-R.E.M. induziu a banda de Seattle ao hall da fama, representada pelo ex-baterista Dave Grohl e o ex-baixista Krist Novoselic. Os rapazes subiram ao palco ao lado de Courtney Love, Wendy O'Connor e Kimberly Cobain – viúva, mãe e irmã de Kurt Cobain, respectivamente, cuja morte por suicídio em 1994 acaba de completar 20 anos.

Em meio à emoção dos discursos inflamados de cada um que recebeu o troféu, Grohl e Courtney se abraçaram em cima do palco e selaram a paz após anos de brigas e acusações.

Abatida, a viúva de Cobain foi vaiada por alguns membros da plateia antes de falar e afirmou que Cobain teria apreciado a honra. "Eu tenho um grande discurso, mas não vou repeti-lo. Essas pessoas para as quais estou olhando são a minha família. Todos vocês. Irmão Michael, irmão Krist, vovó Wendy, senhor Grohl... David", disse ela antes de ir até ele e dar um longo abraço.

"Eu apenas gostaria que Kurt estivesse aqui para sentir isso, viver isso. 20 anos atrás talvez ele não se sentisse assim, mas hoje ele realmente teria gostado. Ele gostaria de ver Krist, e Dave, e Michael, e sua mãe irmã aqui, Quero oferecer isso para nossa filha Frances, que não está aqui porque está doente", completou.

Antes de Courtney, Grohl se disse "o cara mais sortudo do mundo" por fazer parte do Nirvana, agradeceu aos bateristas anteriores da banda --ele foi o quinto-- e brincou que era "o cara quieto, só o baterista". Novoselic também discursou: "Fãs do Nirvana vêm até mim todos os dias e agradecem pela música. Quando eu ouço isso, penso em Kurt Cobain". Veja o momento dos discursos:

Nirvana entra para o Hall da Fama do Rock

O ex-baterista do Nirvana e a viúva de Cobain se "estranham" desde a morte do músico, com trocas de acusações públicas --"vadia horrorosa" são alguns dos adjetivos já usados por Grohl para se referir a Love-- e disputas legais pelos direitos do legado da banda, chegando ao ponto de Love acusar Grohl de tentar seduzir Frances Bean Cobain, filha dela com o vocalista do Nirvana.

Grohl e o baixista Krist Novoselic também chegaram a pedir a justiça, em 2002, que submetesse Love a uma avaliação psicológica durante uma disputa pelos direitos de músicas inéditas da banda. O processo também envolvia uma tentativa da viúva de dissolver a parceria com os membros do Nirvana, o que daria a ela controle total sobre o legado da banda.

Depois da festa, Love e Novoselic reafirmaram as pazes trocando mensagens no Twitter. "Belas palavras de @Courtney hoje", escreveu o baixista. "Para você e Dave, @KristNovoselic. Noite incrível. Beijos", respondeu Love. E completou: "Se não fui à festa, é porque estou cansada --amo vocês, do meu jeito louco". E em seguida, acompanhada de uma foto do abraço, uma mensagem para Grohl: "Parte mais mágica da noite. Obrigada Dave, te amo. Sei que isso o fez sorrir lá em cima". Veja os tuítes:

Grohl, que não está nas redes sociais, não comentou a reconciliação.

Para finalizar a festa, Joan Jett, Kim Gordon [do Sonic Youth], St. Vincent e Lorde se apresentaram junto a Grohl e Novoselic para tocar os maiores sucessos do Nirvana como “Smells Like Teen Spirit”, “Aneurysm”, “Lithium” e “All Apologies”. 

Outros homenageados

O primeiro homenageado da noite foi Peter Gabriel, que se apresentou cantando “Digging The Dirt”, “Washing Of The Water” e “In Your Eyes”, foi induzido ao hall da fama pelo líder da banda Coldplay, Chris Martin, que leu um trecho do livro Gênesis, da Bíblia, para ele.

Depois, Tom Morello anunciou a homenagem ao Kiss. “Hoje é a noite que eles entram para o hall da fama do Rock and Roll”, anunciou. O guitarrista também afirmou que os quatro integrantes da banda, Paul Stanley, Peter Criss, Ace Frehley e Gene Simmons, são os rostos mais conhecidos do mundo. “Essa nunca foi uma banda dos críticos, mas sim do povo! Eles influenciaram a todos, de Metallica a Lady Gaga”, disse.

Durante a homenagem ao Kiss, Stanley protestou que o evento não convidou os outros seis ex-integrantes da banda e a plateia vaiou. “Isso aqui [o evento] é para as pessoas que compram ingressos e discos. Não para quem indicam os artistas. É a noite da nossa vingança”, bradou ele.

Outro momento marcante foi a declaração de Peter Criss que estava emocionado por estar na homenagem após enfrentar um câncer de mama. Ace Frehley também comemorou seus sete anos sem beber.

A cantora Linda Ronstadt, que é portadora do Mal de Parkinson, não compareceu à premiação por estar enfrentando problemas de saúde.

Bruce Springsteen foi quem induziu o grupo E Street Band antes da entrega do troféu. “Bandas de verdade são formadas na vizinhança”, brincou ele.

* Com agências internacionais.