Topo

Música


Pai da new age, flautista de jazz Paul Horn morre aos 84 anos

Pioneiro da new age, o flautista Paul Horn era vencedor do Grammy - Divulgação
Pioneiro da new age, o flautista Paul Horn era vencedor do Grammy Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

04/07/2014 09h08

Flautista de jazz, pioneiro da new age e vencedor do Grammy, Paul Horn, morreu aos 84 anos de idade. A informação e da agência de notícias AP e foi divulgada pelo filho de Horn, Marlen. O músico morreu no domingo (29), em Vancouver, no Canadá, de uma breve doença. Ele, no entanto, não divulgou detalhes.
 
"Ele faleceu muito pacificamente, sem sofrer", disse Marlen. "Ele estava sem sentir nenhuma dor."

Chamado de “pai da new age”, Horn teve uma carreira extensa de quase cinco décadas, 50 álbuns e cinco indicações ao prêmio Grammy. Ele tocava flauta, clarinete e saxofone em turnês e em gravações com artistas como Frank Sinatra, Tony Bennett, Nat King Cole, Miles Davis, Duke Ellington e Chico Hamilton.

Seu álbum "Jazz Suite on the Mass Texts" ganhou o prêmio Grammy em 1966 para a melhor composição jazz original e capa do álbum fotográfico.

Na mesma época, Horn estudou meditação transcendental com o guru Maharishi Mahesh Yogi ao lado dos integrantes dos Beatles. A experiência acabaria o influenciando nos álbuns “Inside the Taj Mahal” (1969) e “Inside the Great Pyramid” (1976), que lançaria as bases para o gênero new age. 

Música