Topo

Música


Representante do funk ostentação em São Paulo, MC Lello morre aos 28 anos

MC Lello lutava contra um câncer há mais de um ano - Reprodução/Facebook
MC Lello lutava contra um câncer há mais de um ano Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

06/11/2014 11h18Atualizada em 07/11/2014 13h34

O funkeiro paulista Wesley Pinheiro da Silva, conhecido como MC Lello, morreu nesta quinta-feira (6) aos 28 anos, por volta das 5h, em São Paulo. Autor dos funks “300 Tiros por Minuto” e “Santificado”, Lello lutava contra um câncer no pulmão havia um ano.

Na noite de quarta-feira, ele teve dificuldade para respirar e foi internado na UTI do Instituto do Câncer da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, mas não resistiu a uma parada cardíaca.

“Ele estava fazendo tratamento, mas o câncer já tinha tomado o corpo todo. Ele estava lutando, mas não conseguiu”, disse a namorada do funkeiro, Beatriz Alves, ao UOL.

O velório será realizado às 15h no cemitério Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes, na Grande São Paulo. O enterro acontece na sexta-feira (7), no mesmo local, às 8h.

Oito meses afastado dos palcos, por conta de uma cirurgia seguida de tratamento com quimioterapia, Lello postou uma foto com a mensagem “Eu Venci o Câncer”, em abril, e desabafou: “Depois de meu número de amigos ter sido reduzido drasticamente pra quase zero, pois não sobrou quase nenhum. Depois do amor e carinho da minha família e de uma mina que nunca me abandonou (...) Obrigado a vocês, minha família da rua, meus fãs e admiradores do meu trabalho, o Lello está de volta. Pois essa coisa não me venceu, eu venci”, escreveu.

Lello começou a carreira em 2012, quando era chamado de Lello da Mooca. A aposta para 2014 era o funk “7 Dias de Balada”, em parceria com Bio G3. Desde seu lançamento, em junho, o vídeo soma mais 200 mil visualizações. Ouça aqui. 

Música