Topo

Música

Lendário produtor das Runaways, Kim Fowley morre de câncer aos 75 anos

Alli Harvey/Getty Images
O produtor musical Kim Fowley, em foto tirada em 2012 Imagem: Alli Harvey/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/01/2015 14h29

Kim Fowley, o lendário empresário e produtor musical da banda Runaways, morreu na quinta-feira (15), aos 75 anos, após meses de luta contra um câncer na bexiga. A notícia foi dada nesta sexta (16) pelos sites das principais publicações que cobrem música.

Fowley se tornou conhecido nos anos 1960, após trabalhar com grandes nomes da música, como Gene Vincent, Kiss, Alice Cooper, Leon Russell e Jonathan Richman and the Modern Lovers. No ano passado, ele colaborou com Ariel Pink em seu álbum “Pom Pom”.

O produtor, no entanto, é mais conhecido por ter recrutado as garotas que formaram a banda punk Runaways, ao colocar um anúncio no fanzine “Who Put the Bomp”, em 1975. Ele produziu o primeiro álbum, autointitulado, da banda, em 1976 e é coautor de seu principal hit, “Cherry Bomb”.

“Não fui eu que juntei as Runaways, eu tive uma ideia, elas tiveram ideias, nós nos encontramos, havia combustão e umas cinco versões diferentes daquele grupe se tornara as cinco garotas que as pessoas escolheram gostar”, disse Fowley sobre a parceria. O produtor rompeu com o grupo, que contava com a guitarrista Joan Jett e a vocalista Cherie Currie, em 1977, após um desentendimento. Na noite de quinta, Joan Jett tuitou sobre a morte do produtor: "Kim Fowley foi um amigo. Ele me ensinou muita coisa. Estou muito triste". 

A história do grupo é contada na cinebiografia “The Runaways – Garotas do Rock”, que traz Kristen Stewart como Joan Jett, Dakota Fanning no papel de Cherie Currie e Michael Shannon como o produtor. 

Fowley conseguiu o seu primeiro sucesso no topo das paradas americanas em 1960, com “Alley Opp”, uma canção gravada com Gary S. Paxton sob o nome de Hollywood Argyles.  Em 1962, ele atingiu o primeiro lugar nas paradas britânicas como compositor de “Nut Rocker”, gravada por B Bumble and the Stingers. Fowley também é conhecido por ter promovido o show de John Lennon no Toronto Rock and Roll Revival, em 1969. Na ocasião, ele subiu ao palco e anunciou a apresentação pedindo ao público que acendesse fósforos e isqueiros e os levantasse para dar boas vindas ao cantor, criando assim uma prática hoje muito popular em shows.$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2015/kim-fowley-1421425734164.vm')

“A morte de Kim Fowley é uma grande perda para mim”, declarou o guitarrista da E Street Band –que acompanha Bruce Springsteen--, Steven Van Zandt à revista “Rolling Stone”. “Um grande amigo. Único de sua espécie. Ele esteve em todos os lugares, fez de tudo, conhecia a todos. Ele estava trabalhando na Underground Garage [rádio on-line de Van Zandt] até a semana passada. Todos nós deveríamos ter uma vida tão completa”, completou o amigo.  

Veja imagens do filme "The Runaways"
Veja Álbum de fotos