PUBLICIDADE
Topo

Após 27 anos, Baby do Brasil e Pepeu Gomes revivem parceria no Rock in Rio

Após 27 anos, Baby do Brasil e Pepeu Gomes revivem parceria no Rock in Rio - Reprodução/TV Globo
Após 27 anos, Baby do Brasil e Pepeu Gomes revivem parceria no Rock in Rio Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

14/09/2015 00h23

Após 27 anos, os músicos Baby do Brasil e Pepeu Gomes vão reviver a parceria no Rock in Rio,  festival de música que será realizado no Rio de Janeiro entre os dias 18 e 27 de setembro. Os dois irão se apresentar no Palco Sunset ao lado do filho, o guitarrista Pedro Baby. O casal ficou junto por 18 anos e está separado há 24.

"É uma alegria muito grande, porque sabemos da importância desse encontro para todo o Brasil. A gente tem fãs da nossa idade, tem os filhos, e tem os netos", afirmou Baby do Brasil durante entrevista ao "Fantástico", da Globo.

"Acho que primeiramente eu tive uma vontade de ouvi-los, vontade de mostrar que eles tão aí, na ativa. Que eles estão vivos, que eles em plena forma física, em plena forma musical. Eu não ia poder sair dessa vida sem organizar isso, novamente. Esse encontro aqui é muito especial para mim porque a gente não ensaiou ainda para o Rock in Rio", contou Pedro.

Baby do Brasil e Pepeu Gomes contabilizam mais de 40 anos de carreira. Os dois se apresentaram no primeiro Rock in Rio, em 1985, e a data para o retorno ao maior festival do Brasil está marcada para o domingo (20).

Rock in Rio

O Rock in Rio está de volta ao Brasil com toda sua megaestrutura e atrações -- entre nomes inéditos e figurinhas já conhecidas do público do festival. No entanto, a edição deste ano está ligeiramente mais enxuta em relação ao festival em 2013.

Desta vez, serão 15 atrações musicais e performáticas em média por dia. Na edição anterior, a média era de 22 por dia. Para compensar, o festival promete dar um gás nos brinquedos. A montanha-russa deste ano deve ter o dobro do tamanho da edição passada.

Na contramão, o ingresso encareceu. A entrada agora sai por R$ 350 a inteira (por dia), frente a R$ 260 (R$ 300,55 no valor corrigido pela inflação) de 2013 – um aumento real de 16%.

Mesmo assim, segundo o secretário municipal de Turismo do Rio, Antonio Pedro de Mello, cerca de 14 mil pacotes turísticos foram fechados para o evento, que ocorre no período de 18 a 27 de setembro. O número é três vezes maior do que os pacotes vendidos na última edição, em 2013. Com isso, a ocupação nos hotéis da cidade do Rio deve chegar a 70%, um número considerado "bom" pelo secretário, já que esta época do ano é de baixa temporada. "Vivemos um momento de crise, e é nesta hora que vemos a importância dos grandes eventos para a economia da cidade."