PUBLICIDADE
Topo

OneRepublic leva falsete e cover de Sam Smith ao Rock in Rio

Do UOL, no Rio

18/09/2015 22h48

Penúltima banda deste primeiro dia de Rock in Rio 2015, a banda norte-americana OneRepublic entrou no Palco Mundo com a missão de aquecer o público antes da aguardada atração principal da noite, o Queen. A plateia, permeada por um público mais velho, explicitou a distância entre os perfis dos seguidores das duas bandas.

A veterana poderia ser uma das atrações do festival Monsters of Rock, mais propenso ao peso e ao classic rock, enquanto a mais jovem se encaixaria bem no Lollapalooza, grande encontro da música indie.

Mas não faltou esforço por parte dos integrantes, sobretudo do vocalista Ryan Tedder, um dos grandes hitmakers do pop atual. Compositor e também produtor, ele assina sucessos de Beyoncé, Adele, One Direction, entre vários outros.

Mostrando empolgação por tocar pela primeira vez no Brasil, ele homenageou o grupo de Freddie Mercury, puxou palmas, filmou o Rock in Rio com uma câmera profissional, foi para a galera e cantou sucessos de Sam Smith ("Stay With Me") e White Stripes ("Seven Nation Army").

Muito esforço para pouca resposta. Sem cativar na balada "Something I Need", mesmo com pedidos de coro, Tedder obteve o que queria apenas com o hit "Counting Stars" --esse, sim, ecoado em peso.

Os outros destaques da noite foram em "Light It Up" e "Apologize", executada com regularidade nas rádios brasileiras em 2008. O show estava com som cristalino, um prato cheio para falsetes e arranjos sofisticados da banda, competente ao vivo. 

Música