PUBLICIDADE
Topo

Sheppard faz show em horário nobre do Rock in Rio sem público saber quem é

Tiago Dias

Do UOL, no Rio

26/09/2015 22h12

Os australianos do Sheppard estrearam neste sábado (26) no Brasil em um horário e em um palco nobres do Rock in Rio 2015. Um dos vocalistas, George Sheppard, fez uma entrada triunfal pela tirolesa. Mas, afinal, que banda é essa?

"Também quero saber", respondeu Luisa Pinheiro, 21, ao ser questionada pela reportagem do UOL. "É a hora de ir ao banheiro". A reportagem presenciou todo o gargarejo com as mãos para cima e entoando "ôôôs" no refrão, mas poucos cantaram uma das 11 canções do repertório.

Motivo: a banda, com apenas dois anos de existência, foi agenciada pelo empresário de Justin Bieber nos Estados Unidos, mas o único sucesso deles fora da Austrália é "Geronimo", que começa a chegar no Brasil após o único álbum, "Bombs Away", ser recém-lançado. A canção, claro, foi deixada para o final da apresentação.

"Conheço a banda porque o YouTube sugeriu outro dia", disse Thiago D'ávila, 27, ao reconhecer o refrão. "Ouvi em uma rádio gringa", disse. Sua amiga, Simone Silveira, 27, vestindo uma camiseta de Rihanna, afirmou: "Essa banda definitivamente não toca em rádios brasileiras. Ninguém sabe quem é".

Camila Pessoa, 13, no entanto, sabia. Ela saiu com a mãe de Vila Velha, no Espírito Santo, para ver Rihanna e aproveitou para pesquisar sobre as bandas que se apresentariam antes. "Eles não são mesmo conhecidos aqui, mas eu gostei deles ao vivo", disse ela.

Aos poucos, a simpatia do público foi se dispersando, embora ainda respondesse aos pedidos da banda. Os fãs de Sam Smith e Rihanna aproveitaram para guardar lugar sentando próximo à grade, algo impensável no show anterior, de Lulu Santos. "O maior público que já tocamos na nossa carreira", disse George, antes de ensinar o público o refrão de "Let Me Down Easy".

Com seis integrantes --três deles irmãos: George, Amy (vocal) e Emma Sheppard (baixista) --, a banda segue uma linha já manjada com o pop solar e refrão empolgante cantado em grupo. "Não entendi também por que essa banda está no Palco Mundo, nesse horário, sendo que John Legend e o Korn ficaram no palco secundário. Gosto de bandas desconhecidas e quando vi a programação até fui atrás para conhecer. Nunca tinha ouvido", disse Bruna Marques, 27, que foi ao festival para ver Sam Smith.

Quer conhecer melhor a banda Sheppard? Ouça as músicas na UOL Música Deezer.