PUBLICIDADE
Topo

Música


Tecladista do Camera Obscura, Carey Lander morre aos 33 anos

Tecladista da banda escocesa Camera Obscura, Carey Lander, lutava contra um câncer raro - Reprodução/Facebook
Tecladista da banda escocesa Camera Obscura, Carey Lander, lutava contra um câncer raro Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

15/10/2015 11h52

A cantora e tecladista da banda escocesa Camera Obscura, Carey Lander, morreu no domingo (11), aos 33 anos. O anúncio da morte foi feito através da página da banda no Facebook.

Em 2011, Carey foi diagnosticada com osteossarcoma na perna, um tipo raro de câncer nos ossos, mas mesmo assim a musicista não deixou de acompanhar a banda nos shows.

“Ela não tinha nenhuma dúvida de quanto vocês a amavam. Nós gostaríamos de agradecer a todos pelo apoio e palavras gentis enviados para nós e para ela. A banda, nossa música e todos vocês que têm desfrutado tudo isso ao longo dos anos significavam muito para ela”, disse a banda, em nota.

Revelação do indie pop da Escócia nos anos 1990, sendo muitas vezes comparada a Belle & Sebastian, a Camara Obscura vinha promovendo uma campanha de doações para investigação da doença. A tecladista, inclusive, havia dado um depoimento dizendo ter sorte de “ter conseguido viver os últimos quatro anos de maneira normal, continuando a tocar com o Camera Obscura”.

Lander se juntou à banda em 2002 e integrou o primeiro show da Camera Obscura pelo Brasil em 2010.

Em agosto deste ano, a banda anunciou que Carey iria se afastar para concentrar forças no combate à doença. Tracyanne Campbell, líder da banda, pediu desculpa aos fãs e cancelou as apresentações que estavam marcadas, afirmando que a saúde de Carey “vinha em primeiro lugar”.
 

Música