Topo

Música


"Bowie vai brilhar sempre no céu", diz Paul McCartney; veja repercussão

Do UOL, em São Paulo

11/01/2016 07h29Atualizada em 12/01/2016 19h51

O mundo despertou nesta segunda-feira (11) com a notícia da morte repentina de David Bowie, dois dias após o cantor e compositor britânico completar 69 anos e lançar o disco “Blackstar”. Políticos, atores, músicos e até um astronauta lamentaram a morte e prestaram as últimas homenagens ao astro.

Paul McCartney foi um dos grandes nomes da música ao lamentar sua morte. “Notícia muito triste ao acordar nesta manhã chuvosa. David era uma grande estrela e eu valorizo os momentos que tivemos juntos. Sua música teve um papel muito forte na história musical britânica e eu estou orgulhoso de pensar na enorme influência que ele tem tido sobre as pessoas em todo o mundo”, escreveu McCartney.

“Irei sempre lembrar as ótimas risadas que tivemos ao longo dos anos. Sua estrela vai brilhar no céu para sempre", postou o ex-beatle no Facebook. O baterista Ringo Starr também se manifestou: "Deus abençoe David Bowie, paz e amor para toda sua família", disse, em sua conta no Twitter.

A cantora Madonna afirmou nas redes sociais que estava "devastada" pela notícia. "Este grande artista mudou a minha vida! Primeiro show que já vi em Detroit! Descanse em paz".

A cantora publicou fotos com o astro e continuou: "Talentoso. Único. Gênio. Jogador desafiante. O homem que caiu na Terra. Seu espírito vive para sempre. Muito sortuda por ter tido a oportunidade de te conhecer. Hot tramp, I love you so [trecho da música 'Rebel Rebel' que diz: 'Vagabundo sexy, eu te amo tanto']".

O cantor Iggy Pop, amigo e parceiro nos anos 1970, quando teve seu primeiro disco solo, “The Idiot” (1977) produzido por Bowie, afirmou que a amizade com o cantor "foi a luz da minha vida". "Eu nunca conheci uma pessoa brilhante assim. Ele foi o melhor que existiu", divulgou em seu Twitter.

O Rolling Stones divulgou uma nota em que diz estar "chocado" e "extremamente triste". "Assim como era um homem maravilhoso e gentil, era um artista extraordinário e verdadeiramente original".

Yoko Ono afirmou que após a morte de John Lennon, Bowie foi como um segundo pai ao seu filho Sean. "John e David respeitavam um aos outro. Eles estavam bem entrosados no intelecto e talento. Como John e eu tinha muito poucos amigos, sentíamos que David estava tão perto como da família. Depois de John morreu, David estava sempre lá para Sean e eu", relatou em seu Facebook. 

"Quando Sean estava no colégio interno na Suíça, David ia buscá-lo e levá-lo em viagens a museus e deixava que Sean ficasse em seu estúdio de gravação em Genebra. Para Sean isto é perder outra figura paterna. Vai ser difícil para ele, eu sei."

"Absolutamente uma notícia devastadora. Me sinto tão sortudo por ter considerado você como um amigo. Obrigado por tudo", escreveu Sean Lennon.


A banda Foo Fighters divulgou uma foto antiga de vários artistas sentados com Bowie, na ocasião de seu aniversário em 1995, e Cher também expressou sua tristeza: "Devastada. Uma lenda se foi".

O astronauta britânico Tim Peake tuitou direto do espaço, a bordo da Estação Espacial Internacional. “Triste por saber que David Bowie perdeu sua batalha contra o câncer – sua música foi uma inspiração para muitos”.

Não é estranho imaginar um astronauta repercutir a notícia. Dentre as muitas personalidades de Bowie em sua vasta carreira, o músico sempre cantou sobre o espaço, como em "Life on Mars?" e "Starman", e buscou características alienígenas em cada uma de suas personas. A mais famosa, Ziggy Stardust, um extraterrestre que se torna um astro do rock, foi responsável por transformar Bowie em um ícone pop em 1972.

Em 2013, o também astronauta Chris Hadfield se despediu do comando da Estação Espacial Internacional com um videoclipe no espaço, a bordo da plataforma localizada a mais de 400 quilômetros de distância da Terra. A música? Uma versão “Space Oddity”, clássico lançado por Bowie em 1969, uma alusão a um astronauta fictício, major Tom.

Políticos, atores e músicos
O rapper Kanye West afirmou que Bowie foi “tão destemido, tão criativo, ele nos deu a magia de uma vida". "Ele foi um verdadeiro inovador, um verdadeiro criativo", escreveu Pharrell Williams. 

Gene Simmons, do Kiss, disse: “David Bowie, você fará muita falta. 'Changes'” e 'Ziggy Story' foram as maiores influências para mim.” 

David Cameron disse que a morte de Bowie é "uma enorme perda”. O primeiro-ministro britânico tuitou que ele havia crescido ouvindo e assistindo Bowie. Ele chamou o cantor de "mestre da reinvenção".

O comediante Ricky Gervais havia acabado de apresentar o Globo de Ouro quando soube da notícia. “Acabei de perder um herói. RIP David Bowie”, escreveu no Twitter.

“Quase fui levado às lágrimas com a notícia do falecimento repentino de David Bowie. RIP”, lamentou o cantor Billy Idol.

O ator Russell Crowe também homenageou o músico. “RIP David. Eu amei sua música, eu te amei. Um dos maiores artistas performativos que já viveram”.

A atriz Daisy Ridley, protagonista do novo “Star Wars: O Despertar da Força”, afirmou que “o mundo acaba de perder um pouco de sua cor”. “Estou certa que onde quer que você esteja é onde a emoção está. Descanse em paz David Bowie.”

O ator Elijah Hood afirmou: ""Nunca imaginei um mundo sem ele. Ele subiu para o cosmos de onde ele veio. Adeus, David Bowie".