PUBLICIDADE
Topo

Primeira da fila de show dos Stones em SP é deficiente visual de 82 anos

Felipe Branco Cruz

Do UOL, em São Paulo

24/02/2016 17h32

A chuva que caiu no início da tarde desta quarta-feira (24) nos arredores do estádio do Morumbi, em São Paulo, não espantou os fãs dos Rolling Stones que chegaram mais cedo ao local.

Os primeiros da fila para a área Premium eram os quatro amigos de São Paulo Raira Souza, 20, Leonardo Mendes, 21, Lucas Alves, 21, e Catarina Mondoni, 20, chegaram ao local na madrugada de segunda para terça-feira e dormiram no portão em barracas de camping. "Quando eles fizeram show no Brasil pela última vez, tínhamos 10 anos", diz Raira.

"Não poderíamos perder a oportunidade de ver um show deles. Não sabemos quanto tempo eles ainda vão tocar juntos", completou Catarina.

Os dois rapazes, que fazem parte de uma banda cover do AC/DC, também são fãs dos Stones. "Nada se compara em assistir ao show da grade", diz Lucas.

Embora os quatro amigos fossem os primeiros da fila, eles cederam o lugar para a deficiente visual Teresa Maria Souza Siqueira, 82, e a filha Denise Sousa Siqueira, 35, que vieram de Belo Horizonte só para o show.

Elas chegaram no local por volta das 8h da manhã. "Não me importo em ficar em pé esperando", disse Teresa, que foi com a filha no show dos Stones no Rio de Janeiro em 98, no Sambódromo do Rio.

"Me lembro do show de 98. Desta vez, eu não vou enxergar, mas imagino a cena", disse Teresa. A filha, que é muito fã da banda, quer ouvir "Simpathy For The Devil"
"Não encontramos dificuldades, o pessoal foi muito solidário conosco", explicou a filha.

Na fila, também estavam fãs estrangeiros. Um deles era o alemão Holger, 54, de Colônia. Ele, que veio acompanhado de seis amigos alemães, afirma já ter visto mais de 100 shows da banda. "O primeiro foi lá em Colônia, em 1982". Holger vai assistir a todas as apresentações do grupo no Brasil. "E fazer turismo também, claro", afirma. Ele diz ter gastado cerca de 600 euros com passagem e 1000 euros com ingressos. "O preço dos ingressos é equivalente na Europa, mas para nós, fãs, não tem preço".

Já na fila para a arquibancada, os primeiros fãs eram de Santa Catarina, Piauí e Pará. Paulo Bastos, 54, veio de Parnaíba, no Piauí. "Cheguei na segunda feira e vou embora na sexta. Pra sair do Piauí, tem que ser muito fã dos Stones mesmo", brincou.

Já Gabriel Cantuário, 20, de Belém, no Pará, fez bate e volta para ver os shows. Ele chegou na madrugada desta quarta-feira e vai voltar no primeiro voo de quinta-feira.

Junto com eles estavam dois amigos de Santa Catarina, Nathan Muller, 22, e Priscila Giorgetti, 22, que vieram de uma excursão. Moramos na divisa com o Rio Grande do Sul. Saímos de lá em ônibus de excursão as 3:00 e chegamos aqui as 11:00, direto no estádio. Assim que acabar, vamos voltar direto", afirmou.