PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Com ingressos esgotados, abertura de portões dos Stones atrasa 30 minutos

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

27/02/2016 17h40

Os Rolling Stones fazem seu segundo show da "Olé Tour 2016" neste sábado (27) em São Paulo. A movimentação no entorno do estádio do Morumbi é intensa, mas tranquila. Com os ingressos oficiais esgotados, cambistas pedem R$ 1000 pela pista comum. O valor é mais do que o dobro do preço oficial do setor, R$ 440 (inteira).

Apesar do atraso de 30 minutos para a abertura dos portões (prevista para às 16h), os fãs entram tranquilamente distribuídos entre nove portões. Até às 17h o tempo estava nublado e não chovia. Bom para os fãs, ruim para os vendedores de capa de chuva, que pedem R$ 5 no item.

Sandra Carnio, 63, e Clarina Fasanaro, 53, aguardavam ansiosas a abertura dos portões. Elas vão repetir a experiência de ver os Stones de pertinho dez anos depois do show de Copacabana, em que também estavam presentes. Desta vez elas poderão ver os ídolos de cadeiras cativas do Morumbi, já que estão acompanhadas por uma amiga que é sócia do clube.

Juntas há 34 anos, as fãs de Jundiaí (SP) contam que enfrentaram uma aventura para chegar até o estádio. Elas estavam de férias na Colômbia, tiveram problemas com o vôo e vieram praticamente direto do aeroporto. "Só deu tempo de passar em casa e trocar de roupa", conta Sandra.

Outro grupo animado para o show era o de Adriana Boza, de Curitiba. Com outras 8 pessoas, eles faziam um lanche na porta do Morumbi. Salgadinhos e cerveja no isopor para aguentar a maratona.

Na hora de entrar para o show, eles pretendem se desfazer do isopor ou até mesmo vendê-lo. "Já conseguimos vender na porta de outro show pelo mesmo preço que pagamos", conta um dos curitibanos. Veteranos de shows de rock, esta é a primeira vez que vão ver os Rolling Stones. “E também provavelmente a última”, lamenta Adriana.

Esta é a quarta turnê do grupo no Brasil, que já esteve no país em 1995, 1998 e 2006, quando fez um show histórico para mais de 1 milhão de pessoas na praia de Copabacana. Na capital paulista, a banda de Mick Jagger e Keith Richards, uma das mais influentes da história, faz seu sexto show. Na quarta-feira (24), eles se apresentaram também no Morumbi para um público de 65 mil pessoas. 

Sem disco de estúdio recente ou faixa nova para tocar, os setlists apresentados pela América do Sul estão recheados de grandes sucessos. O repertório é bem semelhante ao da turnê "Zip Code", que girou pelos Estados Unidos em 2015, com exceção de "Bitch" e "Moonlight Mile", que a banda tocava para promover o lançamento da edição deluxe de "Sticky Fingers".

Entretenimento