PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Descubra dez histórias malucas do cantor Prince

Do UOL, em São Paulo

21/04/2016 18h25

Um dos grandes artistas pop da história, o cantor Prince morreu nesta quinta-feira (21), aos 57 anos. Apesar de ser considerado uma pessoa reservada, o artista era extravagante e ficou reconhecido pelas baladas poderosas e o grande apelo visual.

O misterioso cantor também tem inúmeras histórias em quase 40 anos de carreira. A lista a seguir apresenta os dez momentos mais inusitados de Prince, desde o segredo para manter uma aparência jovem, até motivo de não ter gravado o clássico "Bad" ao lado do Michael Jackson.

1º - O mistério da juventude

Prince, apesar dos 57 anos, parecia bem mais novo. Em entrevista à revista Notorious, o cantor respondeu sobre a aparência jovial. "Eu não acredito no tempo. Eu não conto os anos. Quando você conta, você envelhece".

2º - Prince não chora há um tempo

O artista falou, em 1991, para a GQ que a última vez que chorou foi quando ainda era uma criança. O jovem Prince foi mandado para fora de casa pelo pai e acabou em uma cabine telefônica, onde mergulhou em lágrimas por duas horas.

3º Briga com Sinéad O'Connor 

A irlandesa abriu o jogo em uma entrevista e falou da relação com o gênio do pop, que escreveu a faixa "Nothing Compare 2 U", maior sucesso da cantora. "Ele me convocou para a casa dele e disse não gostar de me ver falando palavrões em entrevistas. Então eu mandei ele se fod***. A coisa ficou bem violenta, tive que fugir da casa às 5h".

4º Literalmente, só ele ligava para a mulher 

 A ex-mulher Mayte Garcia contou ao "Daily Mail" que ela era proibida de ligar. "Eu tinha que esperar ele me ligar. Não tinha ideia do porquê ele fazia isso".

5º Grande fã de basquete

De acordo com um perfil na revista "Notorious", em um show no Canadá, o cantor deixou estrategicamente posicionada uma televisão com o jogo do Chicago Bulls, time da NBA, a liga de basquete norte-americana. Além de ver o jogo enquanto tocava os solos, o cantor também deixou uma pessoa encarregada de carregar cartazes com o placar.

6º Podia ter cantado em "Bad"

Um amigo de Prince disse que Michael Jackson o convidou para gravar o hit "Bad" junto com ele. Louco de raiva, a voz de "Purple Rain" esbravejou: "O que acha que eu sou, louco?".

Testemunhem o Prince jeová

Influenciado pelo amigo Larry Graham, baixista do Sly & The Family Stone, o cantor passou a ser testemunha de Jeová. Prince ia de porta em porta tentado transmitir sua fé aos moradores. "Às vezes, as pessoas ficavam surpresas. Mas a maioria estava bem tranquila com isso", respondeu à "The New Yorker".

8º Atrasou um álbum pelo ecstasy

Após uma crise ao usar ecstasy, em 1987, Prince decidiu cancelar o trabalho conhecido como "Black Album" por acreditar que cometeria um ato maligno caso lançasse um disco tão pesado e obscuro. O álbum foi lançado oficialmente em 1994.

9º Não olhe para mim

Fontes próximas ao cantor afirmaram que ele não deixava nenhum membro da equipe olhar para ele. "Eu literalmente vi o Prince demitindo um cara porque olhou para ele".

10º Ele sabia andar de patins

O baterista do Roots, Questlove, contou em sua biografia a experiência de andar de patins com Prince. "Ele tinha essa maleta no chão e tirou o par mais singular e estranho de patins que eu já vi. As rodas deixavam um caminho de faísca colorida por onde ele andava. Cara, ele podia andar de patins da mesma forma que cantava".

A trajetória de Prince, em sete videoclipes

UOL Entretenimento

Entretenimento