PUBLICIDADE
Topo

Cidade do Rock muda de endereço e Rock in Rio 2017 será no Parque Olímpico

Projeção da Rock Street, uma das áreas do festival Rock in Rio. Para a edição de 2017, a Cidade do Rock muda de endereço e passa para o Parque Olímpico, na Barra da Tijuca - Divulgação
Projeção da Rock Street, uma das áreas do festival Rock in Rio. Para a edição de 2017, a Cidade do Rock muda de endereço e passa para o Parque Olímpico, na Barra da Tijuca Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

04/11/2016 21h16

A organização do Rock in Rio anunciou nesta sexta-feira (4) que o evento deixará a antiga Cidade do Rock, no Recreio dos Bandeirantes, e seguirá para o Parque Ollímpico, área na Barra da Tijuca inaugurada em agosto durante a Rio-2016.

Segundo a organização, a mudança facilitará o acesso do público pela maior oferta de transporte público. O espaço também é duas vezes maior que o anterior.

"Os pontos chave para esta mudança foram o conforto, com mais espaço livre disponível e a facilidade de acesso do público ao local. Estar dentro da nova Cidade do Rock em pouco mais de 20 minutos saindo do primeiro ponto do BRT, no início da Barra, é um sonho, uma mobilidade e praticidade para todos. Além disso, parte dessa megaestrutura do legado olímpico será reaproveitada, dando a possibilidade ao público vivenciar mais a experiência do Rock in Rio em um espaço mais amplo", declarou em nota o presidente do festival, Roberto Medina.

Esta é a sétima Cidade do Rock construída pelo festival - quarta no Rio de Janeiro, fora Lisboa, Madri e Las Vegas. A última edição do festival aconteceu em Portugal, em maio. No Brasil, a última edição foi em setembro de 2015.

O Rock in Rio 2017 acontece nos dias 15, 16, 17, 21, 22, 23 e 24 de setembro de 2017 e já anunciou Maroon 5 (16/09), Aerosmith (21/09) e Red Hot Chili Peppers (24/09) como atrações.

O Rock in Rio Card, que dá acesso ao festival, começa a ser vendido na próxima quinta-feira (10) a partir das 22h. A venda do ingressos será feita online pelo site Ingresso.com. Nesta edição o ingresso no formato de papel dará lugar à uma pulseira de identificação com chip.