PUBLICIDADE
Topo

Frejat sobre saída do Barão Vermelho: "Outra visão sobre futuro da banda"

Frejat, vocalista e um dos fundadores do Barão Vermelho, explicou a sua saída da banda após 35 anos de história - Reprodução/TV Globo
Frejat, vocalista e um dos fundadores do Barão Vermelho, explicou a sua saída da banda após 35 anos de história
Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

19/01/2017 11h21

Roberto Frejat, vocalista e um dos fundadores do Barão Vermelho, explicou o motivo de sua saída da banda após 35 anos de história. Convidado do programa "Encontro com Fátima Bernardes" desta quinta-feira (19), ele contou que não houve briga e que a decisão foi tomada apenas por diferenças no dia a dia.

"Depois de 35 anos, nesse momento, tinha uma visão diferente em relação ao futuro e a continuidade da banda e, justamente, para não atrapalhar o que seria a vontade de todos os outros eu achei melhor sair. Mas continuamos amigos, sem ter briga, sem divergências artísticas. Foi uma questão do dia a dia, em como conduzir a história da banda", explicou.

Logo em seguida, Frejat cantou a música "Vambora" e errou a letra. "Fiquei nervoso com a pergunta e errei a letra (risos). É muito recente", disse ele, brincando com a situação.

Em seu lugar assumirá o cantor Rodrigo Suricato, 37, da banda Suricato, finalista da primeira temporada do programa "Superstar". Frejat deve seguir carreira solo.

Com a nova formação, o Barão Vermelho vai contar com Guto Goffi e Maurício Barros, que começaram a banda em 1981, Fernando Magalhães, que entrou em 1986 e Rodrigo Santos, desde 1992. Cazuza, um dos fundadores da banda, morreu em 1990 e Peninha (percussionista) morreu no ano passado.