PUBLICIDADE
Topo

Sucesso tem receita? Aos 17 e pronta para turnê, Sofia Oliveira conta a sua

A cantora Sofia Oliveira, que estourou com vídeos de covers em seu canal no YouTube, se prepara para lançar o primeiro disco - Lucas Lima/UOL
A cantora Sofia Oliveira, que estourou com vídeos de covers em seu canal no YouTube, se prepara para lançar o primeiro disco
Imagem: Lucas Lima/UOL

Renata Nogueira

Do UOL, em São Paulo

03/02/2017 19h01

Existe receita para o sucesso? Aos 17 anos, Sofia Oliveira encontrou a sua. A cantora, que surgiu no YouTube interpretando versões mais suaves dos hits de artistas em alta, acaba de assinar contrato com a Warner Music. Na mesma gravadora de Anitta, ela já lançou um clipe super produzido e ensaia para a sua primeira turnê pelo Brasil.

Inspiração para os mais de 8 milhões de seguidores (se somados YouTube, Facebook e Instagram), a curitibana revela uma das fórmulas que a fez alcançar o objetivo de se tornar cantora profissional. A criação de respostas femininas para as músicas cantadas por homens, principalmente os sertanejos.

As meninas estão se sentindo poderosas. Fico feliz que as mulheres estão fazendo sucesso no YouTube, no sertanejo e na música pop 
Sofia Oliveira, cantora e youtuber

As respostas aos hits "Aquele 1%", da dupla Marcos e Belutti em parceria com Wesley Safadão, e “Vai Vendo”, de Lucas Lucco, são – respectivamente – o segundo e terceiro vídeos mais vistos do canal de Sofia no YouTube. Só perdem para a versão de “Escreve Aí”, de Luan Santana, cantor favorito e ídolo da menina.

A ideia é fazer a mulher responder cada fala do homem. “Eu geralmente faço respostas mais irônicas, brincando. Mas também dá para responder de uma forma mais amorosa, cantando alguma coisa romântica. Depende da música”, explica a cantora sobre o processo de composição.

Sofia revela o passo a passo: pegue a música original e fatie em frases. Depois de ler frase a frase, pense em uma resposta para cada uma delas. “Coloque a sua opinião, mas o ideal é escolher algumas palavras que rimam”, explica. Feito isso, pegue um violão, a câmera, e solte sua voz.

Quer aumentar as chances de bombar? Rola botar um temperinho a mais. Que tal convidar uma amiga para uma parceria? Sofia chamou Gabi Luthai, também famosa pelos covers no YouTube. A versão delas para “Aquele 1&” bateu quase 5,5 milhões de visualizações só na plataforma.

Claro que ajuda estar em um momento favorável às vozes femininas. "Agora está bem forte esse negócio do empoderamento feminino, as meninas estão se sentindo poderosas. Acho que isso é muito importante. Fico feliz que as mulheres estão fazendo sucesso no YouTube, no sertanejo e na música pop", opina a adolescente.

No UOL, Sofia Oliveira canta e fala sobre novos rumos na carreira

UOL Entretenimento

Cup songs

Mas nem só de versões femininas foi moldado o sucesso de Sofia Oliveira. A menina também é bastante lembrada pelos cup songs. O formato, popularizado depois do filme "A Escolha Perfeita", com Anna Kendrick, ganhou sua primeira versão em português pelas mãos da jovem de Curitiba. Ela escolheu uma música de Anitta "por causa da batida funk" e liberou o vídeo depois de treinar muito.

A cantora Sofia Oliveira, que tem um canal no YouTube e está prestes a lançar seu primeiro disco - Lucas Lima/UOL - Lucas Lima/UOL
Sofia Oliveira e seu violão, companheiro inseparável
Imagem: Lucas Lima/UOL

"O cup song de 'Deixa Ele Sofrer', da Anitta, eu gravei 60 vezes", lembra. Com o tempo foi se acostumando ao formato que também é campeão de acessos no canal. "Eu sempre assistia no YouTube as meninas fazendo cup songs, mas sempre com uma batida padrão, igual a do filme. Aí eu vi uma menina que fez um cup song de “Royals”, da Lorde. Ela criou a própria batida e achei muito legal", recorda.

"Gravei no celular e até perguntei para a minha mãe: 'Será que eu posto esse vídeo?' Se não tivesse postado talvez nem estaria aqui hoje. Foi o meu primeiro vídeo que viralizou. É o mais visto de todos se somar YouTube e Facebook". A versão da música "Blá Blá Blá", de Anitta, com as batidas de copo passa dos 4 milhões de visualizações.

Poderosa

O poder de Sofia Oliveira não se resume à voz. É ela a dona do @sofia no Instagram. A conta já existia, mas estava praticamente inativa. Depois de um pedido e algumas ligações do responsável pelas redes sociais da menina, o @sofioliveira que ela usava anteriormente virou simplesmente @sofia. "Foi do nada, mas eu adoro! Na época eu já estava perto de 1 milhão de seguidores", lembra. Hoje ela já conta com 2,1 milhões. 

A rede social favorita da cantora de 17 anos também deve ganhar uma nova função depois do contrato assinado com a gravadora. Sofia decidiu mudar a cara do canal no YouTube, onde anda investindo mais em receber convidados e divulgar seus clipes e canções autorais que vão entrar no primeiro disco, prometido para "muito em breve".

Por enquanto eu quero focar nas minhas músicas e o canal vai acabar mudando um pouco por conta disso 
Sofia Oliveira, cantora e youtuber

"Por enquanto eu quero focar nas minhas músicas e o canal vai acabar mudando um pouco por conta disso. Mais no Insta ainda vai rolar aqueles 15 segundinhos de cover, a galera gosta. Não tem como fugir, sempre vai ter um pouco", diz a artista sobre os novos rumos da carreira.

Até agora os fãs não decepcionaram Sofia. Com duas semanas no ar, o clipe de "Eu Te Amo Tanto" soma 2,4 milhões de visualizações. É o primeiro dela com uma grande gravadora por trás. O primeiro clipe oficial da cantora, "Você Foi Moleque", lançado há 6 meses, tem 3,7 milhões de views. 

"É claro que nos meus shows vai ter cover. Eu ainda não tenho muitas músicas autorais, não dá para fazer um show completo só com música minha. Pode ser que a galera sinta um pouco de falta dos vídeos de cover no canal, mas eles estão me apoiando muito nessa nova fase. Estou vendo que posso contar muito com eles e que vai tudo correr muito bem", finaliza.