Topo

Música

Bieber terá de doar R$ 20 mil para instituto de câncer após pichação no Rio

Vinicius Marinho/Brazil News
De volta ao Brasil, Justin Bieber terá de pagar por crime que cometeu em 2013 Imagem: Vinicius Marinho/Brazil News

Do UOL, em São Paulo

29/03/2017 20h06

Após Justin Bieber ser citado em um processo por ter pichado um muro sem autorização da prefeitura, em 2013, o Ministério Público do Rio de Janeiro ofereceu nesta quarta-feira (29) uma proposta para os advogados do cantor canadense, que está de volta ao Brasil para fazer shows nesta quarta no Rio e no sábado (1º) e domingo (2/4) em São Paulo.

Como punição para a infração cometida há quatro anos, Justin terá de pagar R$ 20 mil, dinheiro que deverá ser revertido em doação de bens ou alimentos a favor do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Os advogados do cantor já estão cientes e avaliam.

Delson Silva dos Santos/CGN
Bieber chegou a ser escoltado pela Polícia do Rio durante o grafite Imagem: Delson Silva dos Santos/CGN

O cantor foi autuado na época, em 2013, porém não foi citado porque deixou o Brasil antes de assinar o documento. Na terça-feira (21), oito dias antes de Justin chegar ao Brasil, o MPRJ confirmou que solicitou ao juízo a expedição de mandado de citação no nome do artista.

Na ocasião, o cantor havia recebido autorização da Prefeitura para realizar um grafite no muro da Vila Olímpica, no Morro do Vidigal, mas não cumpriu o combinado. Para evitar fotógrafos e jornalistas, a equipe do artista mudou o local por contra própria, e o ídolo teen fez os desenhos no muro do hotel, que está desativado. A autorização dada pela Prefeitura não se estendia a outros locais.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!