Topo

Música

Katy Perry revela que já distribuiu panfletos religiosos em show de Madonna

Getty Images
A cantora Katy Perry, em cerimônia do Human Rights Campaign's 2017, em Los Angeles, nos Estados Unidos Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/04/2017 20h48

Bem antes de cantar que beijou uma garota —e gostou—, Katy Perry já foi uma daquelas figuras religiosas que distribuem panfletos e protestam do lado de fora de shows. Seus alvos: Madonna e Marilyn Manson. Duvida? Ela mesma revelou a história.

No começou de carreira, ainda adolescente, Katy Perry cantava música gospel e era extremamente religiosa. “Eu perco sempre as referências. A Amy Grant [cantora de música cristã] era a nossa Madonna. Só sei quem eram Madonna e Marilyn Manson porque fazia protestos nos shows deles”, disse a cantora à revista "Vogue".

Na entrevista, ela revelou que distribuiu panfletos com a inscrição "Como encontrar Jesus" em uma apresentação de Manson em Santa Barbara, na Califórnia, sua cidade natal, e que, no fim, deu um jeito de entrar no local. "Foi realmente interessante e esquisito."

No início dos anos 2000, Katy atendia pelo nome de batismo Katy Hudson. Sob essa alcunha, lançou seu primeiro álbum de estúdio, em 2001, com repertório gospel e de rock cristão. Na época, ela tinha 16 anos. A influência veio de berço.

"Minha casa era uma igreja na manhã de domingo, igreja na noite de domingo, igreja na noite de quarta. Não comemorávamos o Dia das Bruxas. Jesus nos dava os presentes de Natal. Foi assim durante toda minha infância e juventude. Ainda tenho partes disso em mim que caem todos os dias."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!