Música

Saúde de Kid Vinil se agrava, e campanha pede recursos para trazê-lo a SP

Bruno Poletti/Folhapress
Kid Vinil na abertura para convidados da exposição sobre o cantor David Bowie, no MIS (Museu da Imagem e do Som), em SP Imagem: Bruno Poletti/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

17/04/2017 19h54

O estado de saúde do cantor e radialista Kid Vinil, de 62 anos, evoluiu de estável para grave. O "boy" do rock brasileiro está internado em coma induzido na cidade de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, desde sábado (15), quando passou mal após uma apresentação.

"Soubemos que ele ficou alguns minutos com a oxigenação fraca no cérebro e isso pode gerar alguma sequela. Mas só saberemos quando ele sair do coma", explicou o produtor Marcio. Apesar do estado grave, Kid reagiu bem à medicação e um edema cerebral que havia sido detectado regrediu completamente nesta segunda-feira (17). 

Mesmo com a regressão do edema, o médico que acompanha o caso de Kid Vinil explicou que os recursos do hospital mineiro para manter o cantor internado já se esgotaram e que uma transferência para um hospital maior e com mais recursos é necessária e tem de ser feita o mais rápido possível.

Kid está internado no Hospital e Maternidade São José, em Conselheiro Lafaiete (MG), e a família tenta a transferência para um hospital na capital paulista com mais recursos.

Campanha para traslado

A ideia da família e dos amigos é trazer Kid Vinil para São Paulo, mas o traslado só pode ser feito de helicóptero. Para isso, eles precisam arrecadar cerca de R$ 15 mil. Quem quiser ajudar pode fazer um depósito em nome da sobrinha do cantor, Raquel Senefonte Carreteio.

Banco Bradesco
Agência: 1742-6
C/c: 0035453-8
CPF: 316.814.478-94

Sucesso nos anos 80

Nome importante na construção do rock nacional, Antônio Carlos Senefonte, nome de batismo de Kid Vinil, iniciou a carreira com o grupo Verminose, um dos pioneiros do pós-punk no Brasil, que mais tarde mudaria de nome para Magazine.

No começo dos anos 80, a banda alcançou sucesso nacional com hits como "Sou Boy" e "Tic-Tic Nervoso". Em 2015, ganhou a biografia "Um Herói do Brasil", escrita em parceria pelo jornalista Ricardo Gozzi e pelo músico Duca Belintan.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
Música
Colunas - Flavio Ricco
do UOL
TV e Famosos
AFP
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
EFE
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
Chico Barney
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
TV e Famosos
TV e Famosos
do UOL
do UOL
do UOL
Topo