Topo

Música

Beyoncé oferece programa escolar para "encorajar e apoiar mulheres"

Jemal Countess/Getty Images
Beyoncé 7 Imagem: Jemal Countess/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/04/2017 13h44

Beyoncé anunciou um programa educacional para comemorar o primeiro aniversário de seu último álbum, "Lemonade". O projeto tem como objetivo "encorajar e apoiar jovens mulheres que não têm medo de pensar fora da caixa e que são ousadas, criativas, conscientes e confiantes", definiu a cantora em comunicado.

O estudo será oferecido a quatro mulheres estudantes de artes, música, literatura ou estudos afro-americanos. Serão escolhidas universitárias da Barklee College of Music, Howard University, Parsons School of Design e Spelman College. 

O curso vai acontecer entre 2017 e 2018. Estudantes elegíveis podem se inscrever no site da cantora.

Divulgação
Capa de "Lemonade" Imagem: Divulgação

"Lemonade"

"Lemonade" foi um ousado projeto da cantora que abordava diferentes temas, principalmente o feminismo. As redes sociais ficaram polvorosas com o trabalho e a suposta menção ao adultério do marido Jay-Z.

Mas o álbum é muito mais do que traição. Beyoncé fala sobre repetição da história de tantas outras mulheres negras, que tem o amor e o afeto negados pela família, pelo machismo ou pela violência policial. Citações de Malcolm X, Nina Simone e Warsan Shire endossam o posicionamento da cantora.

 A sonoridade de “Lemonade” é tão ampla e poderosa quanto o discurso. Um caldeirão de R&B une de forma homogênea a vibração eletrônica de James Blake e The Weeknd, a guitarra e o órgão de Jack White, a batida moderna do produtor Diplo e os versos finais de Kendrick Lamar.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!