Topo

Música

Ex-vizinhos de Justin Bieber acusam o cantor de crime de ódio contra judeus

Bruna Prado/UOL
Justin Bieber apresenta seu show da "Purpose Tour" na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro Imagem: Bruna Prado/UOL

Do UOL, em São Paulo

26/04/2017 08h48

Os ex-vizinhos de Justin Bieber, cuja a casa o cantor atacou com ovos em 2014, afirmaram que Bieber cometeu crime de ódio. A informação foi publicada no site TMZ.

Jeffrey e Suzanne Schwarts estão processando Bieber desde 2014 e já receberam US$ 80 mil do cantor para reparos da casa. O valor, segundo o casal, ainda não foi o suficiente.

Jeffrey afirmou que Bieber arruinou seu negócio de vendas de carros com a publicidade negativa surgida a partir da disputa judicial.

Na ação, o casal alega ter sofrido problemas emocionais, perda de renda, além de terem sofrido uma campanha de terror contra eles.

Os advogados de Bieber disseram que a ação é um absurdo e que a razão para os ex-vizinhos alegarem crime de ódio é a possibilidade de ganharem uma indenização ainda maior. 

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!