Música

Eagles processa hotel mexicano por lucrar com nome "Hotel California"

Getty Images
A banda americana Eagles, que recentemente anunciou que voltará a se apresentar Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/05/2017 16h31

A banda americana Eagles está processando um hotel chamado "Hotel California", no México, por utilizar e explorar indevidamente o nome do disco e da música do grupo, um dos grandes clássicos da história do rock. A informação é da agência Reuters.

Segundo a ação, movida pelos integrantes nesta segunda (1°), o estabelecimento temático, que fica na cidade Todos Santos, na península da Baixa Califórnia, encoraja os clientes a acreditar que o local tem alguma relação com a banda.

De acordo com o grupo, o hotel usa de falsa associação para vender camisetas e outros produtos de merchandising, além de tocar músicas do álbum "Hotel California" em seus alto-falantes.

"Os acusados levam os consumidores a pensar que o hotel, entre outras coisas, serviu de inspiração para as letras do disco 'Hotel California', o que é falso", afirma a denúncia.

A ação pede reparação de danos e que o local pare imediatamente de se aproveitar da "marca" Eagles para atrair clientes, especialmente os norte-americanos.

Procurados pela Reuters, o advogado da banda e os representantes do hotel não haviam respondido sobre pedidos de entrevista até a publicação deste texto. No site do Hotel California, os proprietários afirmam que "não têm qualquer ligação nem promovem qualquer vínculo" com o grupo.

O hotel mexicano foi inaugurado em 1950, muito antes de os Eagles lançarem o álbum e a música, em 1976. O local, no entanto, passou por uma série de alterações de nome antes de retomar o original em 2001.

Letra misteriosa

Composta por Don Felder, Don Henley e Glenn Frey, "Hotel California" é um dos grandes clássicos do rock dos anos 1970. Versa sobre um hotel fictício de beira de estrada onde fatos misteriosos começam a ser percebidos.

Há décadas, a canção alimenta várias histórias sobre o famoso um eventual hotel real, desde que ele estaria situado na Baixa Califórnia até que a letra, na verdade, seria uma alusão a um centro psiquiátrico em Los Angeles.

Segundo Henley, a música, que já foi interpretada por grupos religiosos como satanista, trata de uma "jornada da inocência à experiência". "Não é música sobre o hotel. É sobre os Estados Unidos", disse ele em entrevista à rede CBS no ano passado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
EFE
AFP
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Matias
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Da Redação
do UOL
AFP
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
TV e Famosos
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Reuters
do UOL
Reuters
AFP
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
UOL Música - Imagens
Topo