Música

Morte do cantor Chris Cornell está sendo investigada como suicídio

Do UOL, em São Paulo

18/05/2017 09h39

A polícia de Detroit informou nesta quinta-feira (18) que a morte do cantor Chris Cornell está sendo investigada como suicídio. A informação foi publicada no site da revista "Variety". 

"Por volta da meia-noite [horário local], nós recebemos uma ligação no 911. Aparentemente um amigo da família foi procurar Cornell a pedido de sua mulher. Ele chegou ao hotel e encontrou o artista desacordado no chão do banheiro. A polícia foi até o local fazer procedimentos de primeiros socorros e ele foi dado como morto no lugar", disse a polícia em comunicado. 

"Até o momento, nossa investigação está seguindo a possibilidade de suicídio, mas devemos aguardar pelo parecer médico para determinar a causa da morte. Até este momento, não podemos dar muitas informações sobre o que observamos no quarto de hotel de Cornell ou o que nos levou a chegar a esta conclusão", continuou a polícia.

De acordo com a reportagem da Variety, uma outra fonte dentro da polícia disse que o cantor foi encontrado com uma faixa enrolada em seu pescoço.

O cantor havia se apresentado com o Soundgarden horas antes no Detroit Fox Theatre e, segundo as pessoas que assistiram ao show, ele aparentava bastante animação. A esposa, Vicky Karayiannis-Cornell, teria afastado a hipótese.

De acordo com o "TMZ", ela teria conversado com Chris antes e depois da apresentação e relatou a amigos que ele não aparentava, de forma alguma, estar deprimido.

A última música que Cornell teria cantado foi "Slaves & Bulldozers", com o trecho de "In My Time of Dying"  no refrão (em português: "Na Hora da Minha Morte"), que fala sobre os instantes finais da vida.

Além de Vicky, Chris Cornell deixa uma filha de 12 anos e um filho de 11 anos. Ele também tinha uma filha de 16 anos, fruto do casamento com Susan Silver, encerrado em 2004.

Relembre a carreira de Chris Cornell

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
AFP
do UOL
Adriana de Barros
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
do UOL
Adriana de Barros
do UOL
UOL Música
do UOL
do UOL
Chico Barney
Música
AFP
Reuters
Da Redação
Reuters
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Música - Imagens
EFE
do UOL
do UOL
Topo